A cidade de Cuiabá será palco do Blockmeet MT, o primeiro evento voltado para o blockchain – dentre outras tecnologias emergentes, como Inteligência Artificial e Internet das Coisas – da região.

O evento contará com profissionais de diversas áreas que irão abordar as principais novidades tecnológicas e oportunidades no setor de blockchain e criptoativos. As palestras serão focadas nas lideranças de diversos segmentos, bem como empresas, executivos, universitários e servidores públicos.

Instituições e grandes empresas de tecnologia estão apoiando o evento, dentre elas: Senai MT, Sebrae MT, Seciteci, Embrapa, IBM, Schneider Electric, RS2 Automação Industrial, IOTA Foundation, PG Advogados e Blockchain Research Institute do Brasil. Juntas, vão discutir o futuro do direito, segurança alimentar, rastreabilidade no agronegócio e Indústria 4.0.

“Nascemos com o propósito de preparar líderes, empresas, executivos e universitários para as mudanças que o blockchain e as tecnologias emergentes causarão em vários setores da economia”, diz Rafael Martins, idealizador do evento.

Rafael, uma das lideranças da comunidade StartupMT, falou um pouco sobre como surgiu a ideia de fazer um evento único na cidade Cuiabá, que colocará não só a cidade, mas todo o estado no mapa tecnológico do Brasil. “A ideia surgiu da necessidade do ecossistema local por informações de tecnologias emergentes. Além disso, outro ponto importante foi devido ao alto custo, pois como esses eventos acontecem mais em São Paulo e região, é um custo muito alto de deslocamento e ingresso.”

Em seguida, Rafael disse sobre o que espera alcançar com o evento. “Esperamos desmistificar essa novas tecnologias, principalmente o blockchain, e despertar o interesse em empreendedores locais em criar soluções em blockchain para o mercado brasileiro.”

Por fim, Martins acrescentou que este evento se diferencia dos outros que focam bastante em criptomoedas e investimentos. Por isso, o evento optou pela ênfase em blockchain e na sua ampla gama de aplicação em negócios. “Por ser em Mato Grosso, nós estamos focando na rastreabilidade do agronegócio, a tokenização de produção, smart contracts (contratos inteligentes) para a área jurídica, logística, indústria 4.0 e como essa tecnologia se conecta a isso tudo”, finaliza.

Para mais informações sobre o evento, acesse a Agenda de Eventos Startupi.