A Comissão de Valores de Mobiliários (CVM), por meio da Deliberação CVM 826, comunicou na última terça-feira que a Atlas Quantum, empresa de investimento em criptomoedas, e seu CEO, Rodrigo Marques dos Santos não estão autorizados a divulgar ou ofertar investimentos pela plataforma da empresa, a Quantum.

Classificando as ofertas da empresa como irregulares, o comunicado da CVM afirma que a Atlas “vem oferecendo publicamente, na página e em outras mídias, oportunidade de investimento cuja remuneração estaria atrelada ao resultado dos esforços das empresas na prestação de serviço de negociação de criptoativos, em estratégia denominada de arbitragem (…). Tais oportunidades de investimento configuram Contratos de Investimento Coletivo (CIC), nos termos do art. 2°, IX, da Lei n° 6.385, e, portanto, somente podem ser ofertadas publicamente mediante registro ou dispensa na CVM”.

A Comissão determina ainda uma multa diária de R$ 100 mil caso a ordem seja descumprida e as atividades da Atlas continuem acontecendo.

Procurados pelo STARTUPI, o Atlas emitiu um comunicado: “sobre a determinação da CVM, o Atlas Quantum informa que foi notificado e realizará as ações necessárias com a transparência que sempre orientou a conduta da empresa. O Atlas Quantum reforça que nenhuma mudança acarretará prejuízos para seus clientes, os quais poderão continuar operando normalmente suas operações financeiras em bitcoins.”