* Por Exame.com

No mês de lançamento da terceira temporada da série Stranger Things, feita pela Netflix, a Microsoft lançou um aplicativo para computador com base no design do seu primeiro sistema operacional, o Windows 1.0 – o nome do app, porém, é Windows 1.11, em referência ao nome de uma das protagonistas, Onze.

O aplicativo é ambientado em 1985, ano de lançamento do Windows 1.0 e ano em que se passa a terceira parte da série, que mostra os residentes da cidade fictícia de Hawkins aproveitando – ou tentando aproveitar – o verão. Ao iniciar o Windows 1.11, a sensação é de estar ligando um computador antigo – a tela é menor e se assemelha aos primeiros computadores.

Mas não demora muito para que as referências do universo fantasioso criado pelos irmãos Ross e Matt Duffer apareçam. O sistema apresenta bugs que indicam que algo está invadindo o software.

Veja, abaixo, alguns exemplos: na tela verde, aparece um alerta que orienta o usuário a utilizar o Windows 1.11 para salvar o mundo; já a segunda tela é uma representação do mundo invertido, com diversos arquivos que levam o usuário para a batalha final.

Portanto, além de ser uma forma de relembrar o primeiro software da empresa, o app também funciona como um pequeno jogo de Stranger Things, e o enredo é o mesmo da sua terceira temporada. A cada pista encontrada no aplicativo, o usuário desbloqueia arquivos e mini-games de 8-bit, que lembram os clássicos Super Mario Bros e The Legend of Zelda.

Cada jogo representa uma cena importante da temporada, onde os personagens devem lutar para sobreviver e impedir que seres do mundo invertido destruam a humanidade. Ao vencer um jogo, clipes das cenas dos momentos exatos são exibidos em pixels. Por isso, é recomendável que o usuário já tenha assistido aos novos episódios para fugir de spoilers indesejados.

Embora a série se passe em 1985, não existem referências para algum computador Windows no decorrer dos episódios – talvez porque os personagens estavam muito ocupados descobrindo como salvar o mundo -.

Para baixar o aplicativo, é preciso ter adquirido o sistema Windows 10 ou superior. Windows 1.11 Stranger Things Edition já está disponível para download por meio deste link – para baixar o arquivo, é preciso usar o site em inglês.

* Por Maria Eduarda Cury para Exame.com.