O Hospital das Clínicas, maior complexo hospitalar da América Latina, a partir de setembro terá um espaço voltado à inovação e transformação na área de saúde. O Distrito InovaHC é um hub de coworking e empreendedorismo que deve reunir agentes de todo o ecossistema do setor, entre startups, corporações, investidores e universidades.

Criado em parceria com o Distrito, empresa de inovação aberta, a iniciativa tem o objetivo de criar, testar e escalar tecnologias e soluções de saúde, que não só transformem esse mercado, mas, por consequência, acabem por impactar diretamente na qualidade dos serviços ofertados à população.

Com um investimento que deve ultrapassar a marca de R$ 2,5 milhões, o hub, que atualmente está em reforma, terá espaço para 150 residentes – cerca de 20 startups, em média. O espaço terá salas compartilhadas, salas privativas, auditório e sala de design, além de dois laboratórios, um de Telemedicina e outro de Hospital 4.0 – ambiente que recria situações de um hospital para o teste de tecnologias disruptivas, a exemplo de inteligência artificial, internet das coisas e impressão 3D.

“O setor de HealthTechs é atualmente um dos maiores e mais promissores em relação à adoção de tecnologia e inovação. Temos espalhadas pelo Brasil mais de 300 startups focadas em saúde, ao mesmo tempo que grandes empresas, como farmacêuticas, laboratórios, fabricantes de equipamentos médicos, clínicas e hospitais estão passando a adotar cada vez mais a tecnologia para oferecerem melhores produtos e serviços aos pacientes. Com o Distrito InovaHC, queremos atrair as melhores cabeças, tecnologias e produtos voltados para essa área, potencializando os resultados para todo esse ecossistema que busca se transformar e empreender em saúde”, afirma Gustavo Araújo, cofundador do Distrito.

As tecnologias e soluções desenvolvidas pelas startups e grandes empresas no Distrito InovaHC poderão ser absorvidas pelo Hospital das Clínicas, com a possibilidade, ainda, de escala para outras instituições das redes pública e privada.

“A inovação faz parte do DNA do Hospital das Clínicas e da Faculdade de Medicina da USP. Como a maior instituição de saúde da América Latina, temos a capacidade de desenvolver soluções de impacto abrangente em todos os níveis de atenção. Já somos um ecossistema que integra a Universidade, Industria e Sociedade, que será potencializado com esta parceria. O Distrito InovaHC será um espaço de colaboração, que permeará todas as estruturas do complexo hospitalar”, afirma Marco Bego, diretor de Inovação do HC.

O hub terá entre seus mantenedores a AstraZeneca, a Alliar Médicos à Frente, além da KPMG, Cremer, Grupo Mafra, e Abbott. O centro de inovação ocupará uma área de 900 metros quadrados, distribuídos em dois pavimentos do próprio complexo hospitalar.

Ainda em processo de seleção, as startups interessadas poderão requerer residência diretamente pelo site do Distrito InovaHC. As empresas interessadas em apoiar o centro de inovação também poderão participar, declarando interesse em patrocinar o projeto pelo programa de mantenedores.