A Anjos do Brasil é uma rede agnóstica que tem investidores de vários locais e interessados nos mais diversos setores! Só no primeiro semestre deste ano, 11 startups conseguiram captar investimento através da nossa rede. Nossos investidores investiram em startups fundadas na Bahia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, que além de capital, estão recebendo mentoria e apoio estratégico destes anjos. As startups receberam aportes que variam entre R$ 200 mil e R$ 600 mil, em alguns casos com coinvestimento com outras redes, fundos de seed capital e grupos de investidores anjo.

Todas são startups que usam tecnologia para se tornar escaláveis, mas não necessariamente são negócios puramente de tecnologia, o que derruba o mito de que investimento anjo é somente para TI. Como startups de tecnologia, temos dois exemplos entre as que receberam aporte: a Formula XR, que desenvolveu a primeira plataforma multiusuário em realidade virtual do Brasil e a Gomining, que une Inteligência Artificial, Deep learning e Mineração de textos para analisar o conteúdo de forma ágil, consistente e coerente.

São quatro os casos de startups ligadas ao setor de alimentação e agronegócio, um dos setores que está em alta neste ano. A ExpersClub é uma startup baiana que proporciona a avaliação da qualidade de serviços em bares e restaurantes por uma plataforma inteligente de clientes ocultos. A startup paulistana Beleaf simplifica a alimentação saudável entregando plant-based ultra-congeladas, orgânicas, criativas e deliciosas. Além destas, temos a Shimejito, que permite que seus clientes possam cultivar cogumelos em casa e construir um negócio rentável, sustentável e ainda resolver a demanda por uma alimentação saudável e nutritiva. A Sumá, outra startup apoiada, atua no setor de Agtech capacitando o agricultor familiar e os conectando com compradores de alimentos.

Serviços para empresas também são valorizados, como no caso da Prevision, que atua no setor de construção civil e desenvolveu um software que permite construtoras e incorporadoras realizarem um melhor planejamento da sua obra e a GeekHunter, fundada em busca de disponibilizar os melhores profissionais de TI já testados para negócios que precisam de talentos natos.

Os consumidores finais também não deixam de ter problemas que possam ser resolvidos por startups. A Lá Vem Bebê desenvolveu uma plataforma onde é possível criar uma lista de Chá de Bebê online na qual todos os presentes recebidos serão convertidos em dinheiro direto pra conta bancária dos pais. A Numenu é uma plataforma digital que permite aos passageiros realizarem compras dentro de veículos de aplicativos de transporte sem que precise sair do carro ou estacionar em algum lugar para pegar a compra: é tudo ali, online, barato e seguro. E a Anjo 55, que desenvolveu um aplicativo onde é possível contratar uma escolta particular para onde e quando você precisar.

Você tem uma empresa, já validou a solução no mercado e está buscando investimento? Submeta seu projeto para avaliação da Anjos do Brasil e conecte-se a investidores anjo dispostos a investir nas iniciativas mais inovadoras do Brasil! Acesse o o site!