O filósofo e escritor iluminista Voltaire dizia que a leitura engrandece a alma. É unânime que os livros são fontes inesgotáveis de conhecimento, porém, na imensidão de opções disponíveis, escolher qual obra ler pode ser uma tarefa complicada. Para auxiliar nessa curadoria, o 12Min, aplicativo de leituras rápidas, em áudio e texto, com os pontos mais importantes de livros de não-ficção, convidou CEOs de grandes negócios para indicar obras que são fundamentais para todo empreendedor.

Diego Figueredo, CEO da Nexo AI:”Como o Google Funciona”, de Eric Schmidt

“É um livro que mostra os desafios enfrentados pelo Google ao criar alguns dos produtos que utilizamos hoje”, resume Diego. A obra de Eric Shmidt detalha como o avanço da tecnologia transferiu o poder das corporações para os consumidores. “Para sobreviver, é essencial concentrar esforços na qualidade dos produtos e em profissionais exponenciais, que mesclem conhecimento técnico, tino comercial e uma criatividade sem limites”, complementa.

Dener Lippert, CEO da V4 Company: “Empresas Feitas para Vencer”, de Jim Collins

O best-seller descreve os resultados de um estudo conduzido por Jim Collins em diversas empresas, apresentando exemplos de negócios que deixaram de ser medíocres para se tornarem excelentes. “É uma obra que narra o que difere as companhias boas das que triunfaram, e expõe os conceitos práticos para se ter em mente no dia a dia de condução do seu próprio empreendimento”, comenta Dener.

Thiago Lima, CEO da LinkApi: “O Príncipe”, de Maquiavel

“Indico esse livro porque sua principal lição é ensinar aos leitores como exercitar a ciência política no mundo corporativo. Muita coisa mudou desde que foi escrito, mas os conselhos continuam valiosos para serem aplicados no mundo dos negócios”, explica Thiago. ‘O Príncipe’ foi escrito em 1532, era do Renascimento, e se propõe a ser uma espécie de manual para um bom governante, servindo como um guia de como chegar ao poder e se manter nele.

Wendell Toledo, CEO da Artluv: “Tração”, de Gabriel Weinberg e Justin Mares

A obra pode ser descrita como um guia para ajudar startups a conseguirem clientes. “O livro mantém a relevância óbvia em se ter um bom produto, mas defende que ele evolua junto com os canais de distribuição, pois normalmente os empreendedores primeiro lançam o negócio e depois pensam em como atingir a escalabilidade de usuários, clientes e vendas”, justifica Wendell, sobre sua indicação.

Renan Nishimoto, Presidente executivo da Brasil Júnior: “Startup – Manual do empreendedor”, de Steve Blank e Bob Dorf

Escrito por Steve Blank e Bob Dorf, o livro é um manual para nortear as startups a seguirem na melhor direção. “Ele traz toda a visão, desde a validação da ideia até trabalhar com marketing para dar escala ao negócio”, explica Renan. “É um guia completo e didático, que traz uma ótima visão sobre empreendedorismo e sobre como fazer as coisas de forma mais ágil e completa sob a ótica do cliente”, finaliza.

Patrick Negri, CEO da Iugu: “Receita Previsível”, de Aaron Ross e Marylou Tyler

Livro instigante e útil para empreendedores e empresas que querem evitar perdas de tempo e dinheiro. “De forma objetiva e com muitas cases reais o livro foi um guia quando a Iugu começou a sair do papel, pois influenciou na direção de negócio que temos hoje e que, consequentemente, reflete em nossos clientes”, explica Patrick. “Acreditamos no potencial da metodologia que os autores apresentam, pois há muitos cases reais e objetivos de como obter sucesso na receita de uma empresa, sem perder muito tempo e dinheiro”, complementa.