Com cases e tendências de comunicação entre marcas e pessoas em plataformas de mensageria de empresas como Whatsapp, Google, Coca-Cola, Nextel e Localiza Hertz, a 3ª edição do Bots4U reuniu mais de mil pessoas no Teatro Santander, no dia 26 de junho, em São Paulo. Um dos pontos altos do evento foi demonstrar que a experiência digital vai além da tecnologia, uma vez que o componente principal está na experiência do cliente. Na plateia, executivos decisores das áreas de negócios de mais de 450 empresas das maiores do Brasil.

Na abertura do evento, Roberto Oliveira, CEO da Take, empresa brasileira líder no mercado global de soluções conversacionais e chatbots – e organizadora do evento – destacou que a transformação digital não se limita à tecnologia, mas se trata de uma questão cultural, onde o aprendizado com o usuário leva à evolução. “Você aprende com a interação com o usuário. Quanto mais os seus usuários interagem, mais informações você tem. E com isso, melhor consegue evoluir o seu produto. Não temos dúvida de que a experiência do usuário é a nova fronteira de diferenciação entre as marcas”, destaca o CEO da Take.

Acompanhando a tendência de que as pessoas preferem se comunicar cada vez mais por mensagem, a  marca de sorvete Bacio di Latte lançou no Bots4U o novo canal de compras por mensageria diretamente pelo Iphone. Os participantes do evento ainda puderam vivenciar a experiência, além de provar um gelato gratuitamente.

Falando da arte do possível, Roberto Prado, CTO da Microsoft Brasil, apresentou a experiência assertiva da empresa em tempos de transformação digital. “Tradição é legal, mas é passado. A gente precisa inovar se quiser ser relevante. Existe uma avalanche de tecnologias chegando em todas as áreas de negócios, em todas as indústrias, desde o setor financeiro, agricultura até hospitais”, disse Prado.

Para mostrar como o design cooperativo garante melhor experiência em interfaces de voz, James Giangola, Creative Lead, Conversation Design & Persona do Google, apresentou dezenas de exemplos de “antes e depois” para o público. “Temos que tornar as interações mais intuitivas, relevantes e agradáveis para os usuários”, destacou.

A Localiza Hertz, empresa brasileira de locação de veículos, revelou que, desde que implantou o serviço ao cliente por WhatsApp, já alcançou picos de atendimentos de 25%. Também num case de sucesso, a Nextel mostrou que 95% dos clientes concluem o atendimento no robô, nas mais diversas  funcionalidades, que incluem pedido de segunda via de fatura até reativação de linha.

Foi a partir da transformação digital que a Coca-Cola pôde oferecer respostas mais rápidas para milhares de consumidores. “Em 3 meses após início da parceria com a Take, a Coca-Cola chegou em 10% de automação no seu customer care e pretende chegar a 60% até o final de 2019”, contou Tatiana Michelan, Kore Sr. Manager da Coca-Cola.

Quem também esteve presente no Bots4U foi Cristiane Reis, Head do WhatsApp Latam, que mostrou como o aplicativo impacta na confiabilidade de um negócio. Ela apresentou uma pesquisa onde 67% dos usuários dizem que a confiança aumenta após se comunicar com a empresa através do WhatsApp. “A mensageria não é moda, é tendência. A nossa visão para empresa é que o WhatsApp se torne a plataforma onde qualquer pessoa possa descobrir, se comunicar e transacionar com qualquer outra empresa existente”, afirmou Cristiane.

A 4ª edição do Bots4U já tem data marcada: 20 de maio de 2020.