O PayPal anunciou um investimento na fintech Tink, que fornece aos parceiros, de grandes bancos a desenvolvedores individuais, ferramentas para acessar com segurança dados financeiros de toda a Europa, impulsionando os serviços financeiros digitais inovadores.

Fundada em 2012, a Tink, com sede em Estocolmo, desenvolveu uma plataforma que agrega dados de milhares de bancos em toda a Europa, permitindo que terceiros, como startups ou outros bancos, usem essas informações para construir e fornecer produtos e serviços. Trabalha com bancos, incluindo o BNP Paribas, e empresas de tecnologia financeira, como a Klarna AB.

A Tink está entre as empresas que esperam tirar proveito da Diretiva de Serviços de Pagamento 2 (PSD2), novas regras relacionadas a pagamentos da União Europeia que permitem aos consumidores contornar bancos autorizando terceiros a acessar seus dados bancários e iniciar pagamentos em seu nome.

Os proponentes do chamado open banking acreditam que facilitar o acesso de terceiros a dados de consumidores promoverá mais concorrência no setor bancário e levará a melhores produtos e serviços.

“O Open Banking está transformando os serviços financeiros, permitindo que os clientes movimentem e gerenciem mais facilmente seu dinheiro. A Tink desenvolveu a infraestrutura e os serviços de dados para esse novo mundo financeiro e nós estamos empolgados em trabalhar juntos para continuar a democratizar os serviços financeiros”, comenta Jennifer Marriner, vice-presidente de mercados globais e parcerias do PayPal.

A Insight Venture Partners, a Sunstone, a SEB, a Creades, a Nordea Ventures e o ABN AMRO Digital Impact Fund já investiram na Tink.

“Estamos orgulhosos por nos associarmos a um líder global de tecnologia financeira como o PayPal para expandir o alcance de nossa tecnologia e desenvolver a próxima geração de serviços financeiros. Nossa parceria mostra a versatilidade da nossa tecnologia – e como ela pode ser implementada para melhorar diversos casos de uso em pequenas e grandes empresas. O investimento é um indicador da força do movimento open banking e nos coloca firmemente no caminho para nossas metas expandidas de conectividade”, destaca Daniel Kjellén, cofundador e CEO da startup.


Quer conhecer os bastidores de startups e grandes empresas que estão revolucionando o mercado financeiro no Brasil? Participe do Startupi Innovation Tour especial Fintech no dia 11 de Julho. Para mais informações clique aqui