Fundada em 2018, a Kovi, startup que oferece aluguel de carros para motoristas de aplicativos, agora se prepara para uma nova fase. A startup acaba de captar US$ 10,6 milhões em investimento seed. Com o aporte, a empresa visa manter seu franco crescimento, ampliando o desenvolvimento de sua plataforma através de novas melhorias e novas contratações.

Com modelo inovador, a startup faz parceria com montadoras e locadoras, possibilitando que essas empresas façam negócios com um risco reduzido.

Os resultados são promissores, com um crescimento de 20% por semana, neste primeiro trimestre de 2019 a frota de carros da empresa multiplicou 10 vezes. Dentro do mercado de mobilidade, é considerada uma das startups com maior potencial no País.

“Queremos ajudar um país de 13 milhões de desempregados, e acreditamos que a Kovi irá facilitar ainda mais a entrada de novas pessoas nestas plataformas. Acreditamos em uma nova economia em que os bens serão transformados de posse para consumo”, explica Adhemar Milani Neto, cofundador e CEO da Kovi.

A empresa trouxe um pool dos melhores investidores, entre elas a Monashees (um dos maiores VCs Latam), a YCombinator (maior aceleradora do mundo e investidora da Rappi, AirBnB), Kevin Efrusy (Accel partner) e a Maya Capital (fundado pela filha do Jorge Paulo Lemman). Os fundadores também foram executivos da 99/Didi, primeiro unicórnio brasileiro.