Para atender à crescente demanda por seus hambúrgueres à base de vegetais, a Impossible Foods informou que levantou US$ 300 milhões em uma série E, elevando seu financiamento total a mais de US$ 750 milhões. A Reuters informou que a empresa pode agora ser avaliada em US$ 2 bilhões.

A empresa de oito anos de idade, que havia recentemente se associado ao Burger King para trazer seu Impossible Burger para toda a América do Norte, estava lidando com escassez. A infusão de capital será usada para produzir mais carne à base de vegetais em sua instalação em Oakland, Califórnia, com a contratação de mais 50 funcionários além de seu atual quadro de cerca de 70. A empresa adicionará um terceiro turno e uma segunda linha de produção.

Os investidores existentes, a Temasek e a Horizons Ventures, lideraram esta rodada de financiamento e juntaram-se investidores famosos como Jay-Z, Trevor Noah, Alexis Ohanian, Serena Williams, Kal Penn, Katy Perry, Questlove, Jaden Smith, will.i.am, Jay Brown, Kirk Cousins, Paul George, Ruby Rose, Phil Rosenthal e Zedd.

O Impossible Burger pode ser encontrado em mais de 7 mil restaurantes nos Estados Unidos. Os produtos da startup também podem ser encontrados em Cingapura, Hong Kong e Macau. O Impossible Burger poderá chegar aos varejistas ainda este ano, disse a empresa.

O hambúrguer da startup é feito com um heme de engenharia, uma molécula encontrada em plantas e animais, que dá ao produto sua textura “sangrenta”. Uma nova versão foi lançada na CES deste ano, que supostamente captura melhor o sabor da carne.

O outro grande fabricante de carne baseado em vegetais, a Beyond Meat, recentemente abriu o capital e entusiasmou os investidores. As ações subiram 163% em seu primeiro dia no mercado, mas desde então esfriaram.

“O IPO da Beyond Meat demonstra que os consumidores estão claramente à procura de opções e estão com fome de mudança neste espaço”, disse o CFO da Impossible Foods, David Lee, ao Entrepreneur.

Enquanto isso, a Lightlife, a marca de proteína alternativa, apresentará seu hambúrguer vegetal para as prateleiras em julho.

Fonte: Entrepreneur