A EDP, empresa que atua em toda a cadeia do setor elétrico, abe inscrições para programa que irá vai reunir várias iniciativas de aceleração de startups global que mantém nos países onde está presente, chamado Starter Acceleration Program. As inscrições devem ser feitas até o dia 6 de maio pelo site.

O programa está à procura de startups com projetos em sete categorias: energias limpas, soluções para clientes, inovação digital, armazenamento de energia, redes inteligentes, acesso à energia e inovação em processos internos. Durante o programa, as startups terão acesso a vários benefícios, como o aconselhamento de especialistas em inovação e marketing, entre outros.

A ação conta com o apoio da L Marks e da Ace, duas especialistas em projetos de inovação e empreendedorismo. O primeiro módulo do programa vai ser realizado em Madri, no mês de junho; seguido de São Paulo, em julho; e Houston, em setembro.

Ao fim desse processo, serão selecionadas as startups com maior potencial para a final realizada em novembro, em Lisboa, durante o Web Summit. As escolhidas terão espaço próprio no maior festival de inovação e empreendedorismo da Europa para mostrar seus produtos e prospectar oportunidades de negócio. A startup mais bem avaliada será premiada com 50 mil euros.

“A EDP Brasil vem desenvolvendo o ecossistema de empreendedorismo local nos últimos dois anos e, em 2019, com a globalização do programa Starter, desenvolvido pela ACE e a Lmarks, teremos uma ótima oportunidade para alcançar as mais incríveis startups do mundo, além de reforçar as startups da América Latina. Estamos animados com a possibilidade de descobrir novas soluções para o setor de energia” diz Livia Brando, gestora executiva de Estratégia e Inovação da EDP Brasil.

“Estamos muito satisfeitos em ser o parceiro exclusivo da EDP na América Latina na conquista de uma inovação corporativa de classe mundial, bem como de ajudar a Companhia a explorar novos modelos de negócio, mercados e empreendimentos. Essa abordagem nos permite trazer os melhores talentos e ideias, com uma rápida validação do mercado. Juntos, podemos construir um relacionamento rico que impulsiona o setor elétrico com o ritmo da tecnologia”, diz Pedro Waengertner, sócio-fundador da ACE.