A startup de carros autônomos Aurora arrecadou mais de 530 milhões de dólares em novos financiamentos, contrariando o recente ceticismo de investidores e participantes do setor que veem a tecnologia de veículos autônomos como alvo de excesso de otimismo.

Carros que não precisam de motoristas são um dos negócios mais intensivos em capital, e uma soma tão grande de dinheiro é fundamental para a Aurora permanecer competitiva em um campo repleto de empresas bem financiadas, como a Alphabet e a General Motors.

O novo financiamento eleva a avaliação da Aurora para mais de 2,5 bilhões de dólares, segundo uma pessoa com conhecimento do assunto. A Aurora levantou 90 milhões de dólares em uma rodada de financiamento no ano passado.

O presidente-executivo da Aurora, Chris Urmson, que anteriormente liderou o programa de veículos autônomos da Alphabet, disse que o financiamento permite que a Aurora amplie e refine os testes e desenvolvimento de seu sistema de condução autônoma e contrate funcionários, aumentando sua equipe de mais de 200 pessoas entre escritórios em Pittsburgh, São Francisco e Palo Alto, na Califórnia.

A rodada de financiamento foi liderada pela empresa de capital de risco Sequoia, cujo sócio Carl Eschenbach ingressará no conselho da Aurora. Isso marca o primeiro investimento da Sequoia na área e vem depois que a empresa passou anos estudando mais de 15 empresas de mobilidade autônoma em todo o mundo, disse Eschenbach.

A Aurora está entre as dezenas de startups, montadoras e grandes empresas de tecnologia que trabalham em sistemas de carros autônomos, ansiosas por capitalizar uma mudança radical na indústria de transportes trazida pelos avanços na tecnologia de aprendizado das máquinas.