A Siemens, uma das líderes mundiais em soluções de geração e transmissão de energia, fechou uma parceria com a startup BirminD, que analisa e otimiza a performance industrial, para o desenvolvimento de um software específico para banco de capacitores.

O programa avalia e sugere, por meio de algoritmos de Inteligência Artificial, o melhor momento de realizar a troca de capacitores de forma mais assertiva, o que, além de tornar esse processo mais ágil e confiável, contribui para uma maior eficiência energética da operação.

Atualmente, ao efetuar a troca de um capacitor de energia por conta de uma queima, por exemplo, a empresa depende do fornecedor para realizar essa mudança sem perder eficiência.

Com essa solução, os clientes podem saber em tempo real qual a melhor peça para se utilizar, além do prazo ideal de troca, garantindo mais autonomia e uma manutenção eficaz. O software também disponibiliza um histórico completo e atualizado de substituição de peças, de modo que facilita a tomada de decisões por parte da equipe e ajuda na manutenção preditiva.

De acordo com Nilson Mascarenhas Almada, gerente de engenharia da Siemens, essa solução traz um diferencial a mais para os clientes da empresa, que podem fazer uso de tecnologias atuais de programação para otimizar seus processos. “Esse tipo de inovação está totalmente em linha com a nossa estratégia, pois comprova o foco que temos no cliente, além de reforçar nosso pioneirismo em inovação, tanto no desenvolvimento de produtos, quanto de soluções que se traduzem em reais benefícios para as empresas,” afirma o executivo.

A parceria com a BirminD faz parte de um projeto pioneiro da Siemens, que agrega a experiência de uma multinacional ao ecossistema de inovação brasileiro para uma visão mais estratégica de negócios. “Com isso, conseguimos nos aproximar melhor dos nossos clientes, o que nos possibilita entender cada vez mais suas necessidades e agir de forma rápida e eficaz”, garante Almada.