Nos dias 27 e 28 de novembro o Startupi realizou, em parceria com a Associação Brasileira de Startups, o Startupi Innovation Tour + Plus Day, uma imersão que tem como objetivo levar os participantes para conhecer os bastidores das maiores startups e empresas de tecnologia do Brasil.

No vídeo abaixo, Rafael Ribeiro, Diretor executivo da ABS explica mais sobre a iniciativa:

Mais de 100 empreendedores de diversos lugares do Brasil como: Alagoas, Paraíba, Mato Grosso, Ceará, Minas Gerais e Rio de Janeiro vieram até a capital paulista e foram recebidos no Co.W. Coworking Berrini, para conhecerem de perto o dia a dia do coworking. O Co.W. Coworking Berrini atualmente funciona em 100% da sua capacidade. Lá eles puderam conhecer mais sobre a história do Startupi, entender sobre a expansão da Rappi e também como funciona o Oracle Startup Global Ecossystem, programa de aceleração da Oracle, que atualmente é residente do Co.W.

Os participantes foram recebidos com um café da manhã oferecido pela Unyc – café e restaurante que incentiva a agricultura familiar e o cultivo em sistemas orgânicos e biodinâmicos e também está dentro do Co.W. Para o coffee break do dia, cada empreendedor recebeu m um kit da startup Netfoods, com uma ecobag personalizada e snacks Energia da Terra e Celivita. Em um dos dias, para dar um ânimo para os participantes aguentarem a maratona de visitas, a RedBull realizou uma ação com os presentes, oferecendo o novo novo sabor de açaí do energético.

Geraldo Santos, Diretor Geral do Satrtupi explicou, “realizamos missões no exterior desde 2013, levando grupos até o Vale do Silício, Londres, Israel; este ano, o Startupi voltou os olhos para o ecossistema de startups dentro do Brasil, para mostrar ao empreendedor brasileiro o que está acontecendo dentro de várias regiões do país”. Segundo ele, o Startupi Innovation Tour faz parte de um movimento para fortalecer o mercado de startups brasileiras.

Ele ainda destacou a missão do portal em fomentar o ecossistema de startups nacionais. “É importante a gente olhar para os polos de tecnologia dentro do Brasil, porque estes empreendedores conhecem o mercado nacional, passam pelos mesmos desafios que vocês e, com certeza, tem muito a ensinar sobre os seus segmentos”, completa.

Crescimento

O Oracle Startup Global Ecosystem é um programa mundial de aceleração da Oracle, uma das maiores multinacionais de tecnologia do mundo. Lucas Nobeschi, Driving Growth da Oracle, e Vitor Andrade, Head do ecossistema de Startups da companhia, apresentaram para os participantes os bastidores do programa e alguns resultados obtidos pelo programa. São Paulo foi a oitava cidade do mundo a receber o programa, que funciona em 10 cidades ao redor do planeta.

“A nossa jornada com o empreendedor é expor esse empreendedor à tecnologia Oracle e buscar sinergia de negócios. Aí, a sinergia e a conexão com outras as empresas acontecem organicamente nesse processo”, comenta. Neste momento, são 62 startups sendo aceleradas pela Oracle aqui no Brasil, 14 delas presencialmente, mas mais de 350 empresas já passaram pelo programa”, diz. O programa sediado no Brasil, hoje, atende startups nacionais, mexicanas, argentinas, colombianas, peruanas, chilenas e guatemaltecas.

No vídeo abaixo, Vitor Andrade, head do ecossistema de Startups da Oracle fala sobre a iniciativa:

Tiago Barra, Diretor de crescimento da Rappi, falou sobre o crescimento acelerado da startup, o primeiro unicórnio colombiano. Nascida em 2015, a startup de delivery é uma das poucas a alcançar a marca de mais de US$1 bilhão em um período de três anos. O motivo? Para Tiago, o profundo conhecimento do público-alvo. “Se você resolve um problema real, sua startup já tem meio caminho andado para dar certo. O empreendedor não pode se apaixonar pela ideia, tem que se apaixonar por solucionar um problema. Na Rappi, sempre prestamos muita atenção naquilo que o consumidor pedia de nós, e fomos entregando isso a eles.”

A colombiana Rappi está presente em sete países da América Latina e está avaliada em US$1,2 bilhões de dólares, com um crescimento de 30% ao mês. Segundo o diretor, o segredo da empresa é saber encarar o erro. “Um dos aprendizados da Rappi é olhar o problema e resolvê-lo. Vai dar problema? Vai, mas nós corrigimos rápido e esse é o grande diferencia

Aceleração

Próxima parada: Escola Politécnica da USP, no bairro do Butantã, para conhecer de perto o Samsung Ocean, primeira iniciativa da companhia fora da Coreia do Sul. Com uma sede em São Paulo e outra em Manaus, o Ocean foi criado em 2014, e funciona como um centro de treinamento e capacitação gratuito. Destina-se a universitários e desenvolvedores que, lá dentro, encontram todo o suporte necessário para desenvolver e validar um produto.

“No ano passado, foram mais de 13 mil pessoas que receberam treinamentos nas unidades do Samsung Ocean em São Paulo e Manaus. Foram mais de 2 mil horas de palestras, mentorias, oficinas e diversas outras atividades”, explica Luís Guilherme Selber, gerente de Inovação da Samsung América Latina.

Paulo Quirino, Coordenador Nacional do Programa Creative Startups na área de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung, também conversou com o grupo para falar sobre o processo de aceleração da Samsung no Brasil. Durante o CASE 2018, o programa anunciou as 31 startups pré-selecionadas para o 4º batch.

As soluções destas startups englobam segmentos IoT, agronegócio, educação e saúde.A próxima etapa selecionará 20 empresas para participarem desta rodada, que oferece às startups um aporte de R$200 mil, livres de equity, para desenvolvimento e aprimoramento dos serviços e produtos destas startups. Além disso, a Samsung oferece aos empreendedores mentorias com especialistas, assessoria e treinamentos.

“Além de todo pacote de benefícios, as startups também têm acesso aos profissionais da Samsung e contam com ajuda especial para conversar com áreas atendidas pela empresa, entre outros auxílios”, explica Paulo.

Multinacional

Os participantes também foram recebidos na sede da Wirecard Brasil. A companhia, líder global de inovação em tecnologia financeira digital, adquiriu a fintech mineira Moip em 2016. Em outubro deste ano, a Moip passou oficialmente a utilizar a marca Wirecard. “Nós ainda estamos nos acostumando com esta nova marca, na verdade, mas os processos aqui estão acontecendo de forma natural. Todos estão felizes com o crescimento da empresa”, explica Victor Maciel, especialista de RH da companhia.

Ele acompanhou nosso grupo e explicou sobre as mudanças que aconteceram na marca após a mudança de posicionamento. Entre elas, ele destaca o lançamento de uma nova geração de produtos financeiros da companhia no país, que está lançando novos recursos financeiros para todas as dezenas de milhares de clientes de pequeno porte que usam as soluções de pagamento da Wirecard Brasil. “Hoje, temos mais de 400 mil clientes ativos”, afirma.

CUBO

Ao final das visitas, todos os grupos se reuniram à noite no CUBO, onde realizaram um tour dentro do espaço, para conhecer de perto um dos maiores hubs de inovação do Brasil. “O objetivo deste espaço é fazer com que grandes empresas se conectem com startups, para gerarmos cada vez mais negócios e valor para o ecossistema empreendedor como um todo”, explica Renata Zanuto, head de Startups do CUBO.

Inaugurado em agosto deste ano, o segundo prédio a receber o CUBO possui 14 andares e uma área de 20 mil m². Por lá, passam diariamente 2 mil pessoas, com uma capacidade para 1250 residentes e até 210 startups. Embora haja empresas de todos os mercados residentes no Cubo, há cinco segmentos que recebem uma atenção mais específica em seus andares: fintech, saúde, educação, indústria 4.0 e varejo. Cada andar voltado para um segmento específico é patrocinado por uma grande companhia deste setor.

Quer saber mais detalhes sobre as outras visitas do Startupi Innovation Tour + Plus Day CASE 2018? Confira:

Linkedin, IBM e VTEx;
Movile, Squid e Guia Bolso;
Microsoft, Udacity, In Loco e eretz bio;
Neon, Mercado Livre e Bossa Nova Investimentos + DOMO Invest,
Amaro, Rank My App e Stone.

Não fique de fora das próximas edições. Para detalhes sobre os próximos tours, fique ligado no Startupi!