Com o objetivo de atender a demanda por praticidade na busca por informações sobre investimentos, acaba de ser lançado o TradeMap, aplicativo gratuito que oferece dados em tempo real sobre o mercado financeiro. Disponível desde julho em versão Beta na Apple Store e Play Store, o aplicativo já conta com mais de 25 mil usuários e picos de um download realizado a cada sete segundos. A expectativa é de encerrar o ano com 100 mil usuários ativos, número correspondente a 14% do total de pessoas físicas que hoje investem na bolsa.

O TradeMap nasce com o objetivo de democratizar o acesso a informações de qualidade para investidores. O app leva o mercado financeiro de forma completa para o bolso dos usuários ao oferecer, em tempo real, dados de aplicações em Renda Variável, Renda Fixa, Fundos de Investimento, Fundos Imobiliários, ETFs, Opções e Tesouro Direto. Não à toa, a logomarca do TradeMap é uma caravela, representação fiel à proposta do sistema de guiar o investidor e fazê-lo adentrar de maneira segura nos ‘sete mares’ do mercado financeiro.

O aplicativo é lançado em um momento onde o brasileiro está cada vez mais interessado em investir no mercado de capitais. Boletim divulgado em outubro pela bolsa de valores mostra que nunca no Brasil houve um número tão grande de pessoas físicas investindo em ações. Apenas em 2018, foram 110 mil novos investidores, totalizando 730 mil pessoas, que transacionaram o equivalente a 18% do volume total.

Contribuir para esse processo de criação de novos investidores e propiciar mais recursos a quem já está atuando há mais tempo no mercado era uma vontade antiga do CEO da Valemobi, empresa desenvolvedora do TradeMap, Nelson Massud. Com mais de 20 anos de atuação no mercado de tecnologia, Massud resolveu investir no desenvolvimento do aplicativo por não existir, até então, uma opção que apresentasse informações sobre o mercado financeiro de forma clara, intuitiva e 100% gratuita. O TradeMap é uma fintech focada no investidor, incubada dentro da Valemobi, que é também uma fintech, já com bastante experiência no setor financeiro.

“É impressionante como o mercado financeiro dispõe de informações riquíssimas que ficam escondidas e distantes de quem precisa acessá-las. Queremos oferecer a este investidor uma solução completa, direta e que ofereça a profundidade de informações que ele precisa para tomar suas decisões”, comenta Massud.

“Vivemos em um momento no qual o acesso à informação incentiva e oferece mais autonomia aos investidores. Todos, mesmo os iniciantes, podem ter acesso às ferramentas necessárias para criar suas próprias estratégias e executar seus investimentos de forma independente”, acrescenta. Para Adolpho Bianchi, Head of Market Data, Analytics e TI da B3, o aplicativo tem um grande potencial. “A Valemobi está sempre inovando em seus produtos para omercado financeiro. O TradeMap é um aplicativo muito completo e fácil de usar”, diz.

Diferenciais

A forma com que os dados são disponibilizados aos usuários é um dos diferenciais do TradeMap. A plataforma tem layout amigável e oferece diversas visões para que o investidor escolha a forma que mais o agrada para consultar e visualizar seus investimentos, de acordo com a sua estratégia. Os gráficos são interativos e apresentam informações detalhadas em tempo real. Além disso, as ferramentas de estudo permitem ao investidor traçar análises comparativas aprofundadas e também avaliar quais os fatos relevantes que influenciaram o desempenho do ativo. É possível ainda acessar informações sobre o corpo diretivo das empresas, analisar os indicadores de mercado aplicando diferentes filtros: maiores altas e baixas do ano, maior volume de negócios, entre outros.

A experiência do usuário foi outro ponto prioritário durante o processo de desenvolvimento da plataforma mobile, permitindo que, mesmo as informações mais complexas pudessem ser exibidas de forma direta, intuitiva e extremamente ágil. “Precisamos atender os investidores mais tradicionais e também aqueles com um perfil jovem, e, de forma geral, ambos os perfis não têm tempo ou vontade de mudar de plataforma duas ou até três vezes para buscar mais informações. Todos desejam receber os dados completos e reunidos na palma da mão, com o mínimo de toques possível. E, se temos tecnologia para isso, porque não implementar?”, indaga Nelson Massud.

O TradeMap possibilita ao usuário fazer testes em uma carteira de investimentos, para só então concretizá-las fora do app, na bolsa de valores, de fato. Este exercício de simulação propicia decisões futuras mais assertivas e é de grande utilidade principalmente para investidores em estágio inicial, que podem testar livremente o resultado de suas decisões, sem que para isso, precisem colocar seu dinheiro em risco. Além disso, o aplicativo permite ao usuário importar – e integrar – as informações da carteira real utilizando o CEI (Canal Eletrônico do Investidor), de modo a comparar os dados com a sua conta simulada.

A equipe focada no desenvolvimento do app permanece dedicada ao projeto, no intuito de pesquisar e colocar em prática melhorias. A primeira delas, já em processo de implementação, é o sistema de machine learning, que oferecerá sugestões ao investidor com base em seu perfil de investimentos. Ainda para o fim de 2018 e início de 2019, novas funcionalidades estão previstas, como por exemplo, chat, a liberação do sinal internacional da bolsa em tempo real, gamificação, Canal de Assessores, criptomoedas, entre outros.