* Por Ana Amélia Ritt

Com surgimento em 2003, a Incubadora Tecnológica da Univates (Inovates) formou 23 empresas do Vale do Taquari. O local, caracterizado como um auxílio a estudantes e comunidade, busca transformar grandes ideias em serviços e produtos inovadores. Em 2018, as empresas da Inovates geraram receita de 7 milhões de reais e cerca de 320 empregos diretos e indiretos.

“Podemos considerar a Inovates o embrião de nosso ambiente de inovação, que hoje se traduz na existência de nosso Parque Científico e Tecnológico (Tecnovates) ao qual a incubadora está vinculada. Por meio do trabalho desenvolvido na Inovates, temos contribuído para a geração de startups para nossa região, e isso impacta na geração de empresas mais sólidas, com mais conteúdo tecnológico embarcado, possibilitando, inclusive, uma formação de nossos alunos mais conectada com as demandas do mundo atual”, diz a Diretora de Inovação e Sustentabilidade da Univates, professora doutora Simone Stulp.

Nascida a partir do apoio da Prefeitura Municipal de Lajeado, a Inovates contribui com os empreendedores desenvolvendo habilidades de gestão, análise de mercado, avaliação de custos e capital e desenvolvimento pessoal. Esse incentivo ao empreendedorismo gera renda e empregos para a população da região.

Bianca Trevisol é uma das sócias da Inttegra Alimentos, empresa graduada em abril de 2016, fabricante da linha de barras de castanhas Mee. “Esse foi meu Plano de Negócios para conclusão da Pós-Graduação em Gestão Empreendedora de Negócios em 2012. A Inovates foi a maior fonte de coragem que tive para tirá-lo do papel, juntamente com meus irmãos e sócios, Lucas e Eduardo Trevisol. Se não tivesse obtido aprovação de meu pedido de incubação, provavelmente a Inttegra não teria sido realizada devido ao risco de um projeto maior. Quando procurei a Inovates, busquei segurança para avançar com o projeto e uma rede de contatos para me auxiliar nesse caminho”, conta.

Retrospectiva

As atividades da Inovates iniciaram em 2003 em um prédio no centro de Lajeado. No primeiro ano de atuação contava com três empresas incubadas e o número foi aumentando no passar dos anos – em 2012 chegou a 10 empresas e hoje, em 2018, são 28 negócios entre pré-incubados e incubados.

Em 2009, inaugurou o prédio próprio no campus da Univates, onde hoje é o Unianálises. Já em 2014, quando o prédio do Parque Científico e Tecnológico da Univates (Tecnovates) é inaugurado, a Inovates passa a fazer parte dessa estrutura.

Evolução da Inovates desde o surgimento:

Pré-Incubação é o processo de qualificação dos empreendedores, etapa inserida em 2016,  onde constroem o plano de negócios.

Incubação é o processo onde executam o plano de negócios.

Certificação nacional

Em setembro deste ano a Inovates recebeu a certificação nível 1 do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne). A titulação comprova o nível de maturidade da incubadora com relação à gestão, infraestrutura física e tecnológica, além do apoio aos negócios incubados. Entre as cerca de 370 incubadoras de todo o país, a Inovates foi a 25ª a atingir a certificação. “Isso demonstra que estamos no caminho certo, atingindo um nível de maturidade importante nas práticas de diversos processos-chaves e sendo reconhecidos por importantes órgãos promotores de inovação no país. Todo o trabalho realizado na Inovates reflete diretamente na qualidade dos negócios incubados e, consequentemente, na região”, completa o gestor da Inovates, Michel Machado.

Jantar de comemoração

No início do mês, dia 6, a Inovates realizou uma cerimônia de comemoração ao aniversário. No momento, o reitor da Univates, Ney Lazzari, destacou os resultados da trajetória da incubadora no período. “A própria instituição amadureceu a forma de trabalhar com inovação, assim como a região e a cidade. Temos muitos exemplos do exterior e é importante conhecê-los, mas precisamos criar um modelo próprio de crescer e evoluir nesses aspectos”, analisou. Confira aqui mais informações sobre o evento.

* Ana Amélia Ritt é formanda do curso de Jornalismo da Universidade do Vale do Taquari – Univates, onde também exerceu atividades profissionais na Assessoria de Imprensa do setor de Marketing e Comunicação. Participou da XI Oficina de Vídeo Geração Futura Universidades Parceiras, realizada pelo Canal Futura.