Líder em tecnologia de serviços financeiros na América Latina, o Nubank avança mais um passo na missão de devolver aos seus clientes o controle sobre suas finanças. Pouco mais de um ano após o anúncio da NuConta, começa hoje o lançamento gradual das funções de débito e saque.

“A nossa prioridade segue sendo a oferta da melhor experiência para todos os nossos clientes. O débito e o saque eram as funções mais solicitadas por todos e é uma grande passo para tornar a NuConta a principal conta dos nossos clientes e a melhor alternativa aos grandes bancos para todos os brasileiros”, explica David Vélez, CEO e fundador do Nubank.

A função débito funcionará com o novo modelo de cartão Nubank, lançado em setembro.  Todos os cartões emitidos a partir dessa data já possuem no chip a possibilidade de realizar esta operação, que deverá ser ativada pelo cliente no aplicativo.

Outra novidade é que, com o débito, o Nubank passa a oferecer mais opções de saque. Até o momento, clientes do cartão de crédito já conseguiam fazer uso do serviço, mas ele era restrito a 5% do limite disponível na função crédito. Agora, os clientes poderão usar a rede de caixas eletrônicos Banco24Horas quando quiserem sacar dinheiro da sua conta. Cada saque terá uma tarifa de R$ 6,50, que é o custo de utilização desta rede externa.

As novas funcionalidades serão disponibilizadas de forma progressiva. Até o fim do ano, cerca de 10 mil clientes da NuConta já terão as novas funções. Também será criada uma lista de espera para todos que queiram participar, mesmo aqueles que ainda não são clientes.

Uma peça de museu

Para o lançamento das novas funções da NuConta, a empresa selecionou um grupo de clientes para uma experiência na Pinacoteca do Estado de São Paulo, o museu de arte mais antigo da cidade. No local, o Nubank criou uma exibição temporária e transformou em peça de museu um dos grandes símbolos dos problemas do sistema bancário brasileiro: a porta-giratória.

“A porta-giratória das agências era só a primeira de muitas barreiras que os brasileiros precisavam enfrentar para conseguir ter acesso a um serviço bancário. Estamos mudando isso com a NuConta, e agora adicionamos uma função essencial para que todos sejam livres para se despedirem de suas agências. Com isso, transformamos a porta-giratória numa peça de museu, marcando o fim de uma era cheia de complexidade”, explica Vélez.

Conta completa

A NuConta foi criada em outubro do ano passado como uma conta digital sem tarifas, que rende até 100% do CDI com liquidez diária. Pelo aplicativo do Nubank, é possível acompanhar a evolução dos investimentos em tempo real, tendo projeções futuras sobre os rendimentos.

Além de fazer transferências e pagar a fatura do cartão Nubank, o que garante a liberação instantânea do limite de crédito, a conta também foi implementada a possibilidade de pagar boletos e contas de água, luz e telefone.

“Hoje, com o lançamento da função débito e a possibilidade de saque, entregamos os principais serviços que uma conta corrente tradicional oferece, e continuaremos trabalhando para oferecer tudo o que seja realmente útil para os nossos clientes”, afirma Vélez.

A nova funcionalidade já começou a ser liberada para clientes da NuConta e será disponibilizada gradualmente para os interessados que se inscreverem na lista de espera.