O Agente Imóvel, uma das principais plataformas brasileiras de publicidade imobiliária e análise de dados e avaliação de imóveis, anunciou acordo de investimento subsequente com a Vostok New Ventures (VNV), fundo de investimento sueco focado em startups no setor de classificados e fintech, com um montante de US$ 2 milhões destinados para a empresa.

A startup está ajudando a transformar o cenário de tecnologia voltada ao setor, isso graças a introdução de seu mecanismo de processamento de dados. Com isso, capacita seus usuários a tomar decisões mais inteligentes sobre a compra e venda de imóveis.

Após cinco anos dedicados ao acompanhamento constante de estatísticas e tendências do mercado imobiliário em todo o território nacional, a empresa lançou o seu modelo de avaliação online. Atualmente atende mais de 4 milhões de proprietários nas capitais de São Paulo e Rio de Janeiro, os usuários podem livremente avaliar suas propriedades em tempo real.

Com lançamento previsto para a segunda versão, a empresa está empenhada em oferecer recursos exclusivos para o setor de serviços financeiros no país.

“No decorrer do último ano, investimos pesado em agregar fontes de dados e trabalhamos muito duro na modelagem do nosso pacote de avaliação para entrarmos em sua segunda geração. Os resultados obtidos com o modelo baseado em Machine Learning, alcançaram uma precisão e consistência nas estimativas de forma nunca antes vista no Brasil”, diz Johan Jonsson, CEO da Agente Imóvel.

A startup promete surpresas para o mercado. “Nós estamos muito contentes em dar as boas-vindas à Vostok New Ventures, que além do suporte financeiro, nos oferece uma vasta rede de contato com empresas líderes nos mercados de publicidade, tecnologia e finanças em todo o mundo”, comemora Jonsson.

O diretor administrativo da VNV, Per Brilioth, comenta: “É um prazer anunciar nosso novo investimento na Agente Imóvel – uma empresa inspiradora no setor de inteligência de dados no mercado imobiliário. “Consideramos particularmente interessante acompanhar os próximos serviços relacionados a tecnologias voltadas ao mercado financeiro e de anúncios online, áreas que precisam de muitas melhorias no Brasil”, completa.