Segundo a Associação Latino-Americana de Private Equity e Venture Capital (LAVCA), somente 17% das startups investidas por Fundos de Venture Capital possuem fundadoras. Diante de tal cenário e com o objetivo de aumentar a visibilidade das mulheres que atuam em Venture Capital, a LAVCA divulgou criou em 2016 a lista Top Women Investing in Latin American Tech. Nesta semana, o levantamento de 2018 foi publicado e a Inseed Investimentos marcou presença na pesquisa, representada por Isabela Rugani (Investment Officer), Paula Rechtman (Head de Investimentos RS/ES) e Marília Lima (Head de Investimentos Nordeste). A Top Women inclui 82 mulheres que atuaram nos últimos cinco anos na América Latina.

A carioca Paula Rechtman é um dos nomes desta lista. Com grande experiência em tecnologia, tendo sido, inclusive, líder de uma multinacional por 15 anos, ela atua hoje na linha de frente da Inseed nos Estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro em busca de possíveis investidas. Para ela, é uma honra ver seu nome entre tantas mulheres poderosas. “Além disso, saber que o segmento que antes era predominantemente masculino tem cada vez mais mulheres atuando fortalece e inspira. Confirmando nosso propósito de trabalhar com o que acreditamos”.

Com background em estratégia, inovação e desenvolvimento de negócios, a mineira Isabela Rugani conta que seu trabalho no Venture Capital lhe permite conhecer histórias empreendedoras incríveis. “Fiquei muito feliz por aparecer em uma lista que tem colegas que eu admiro, e que me apoiam sempre. Espero ver cada vez mais diversidade no ecossistema de empreendedorismo e inovação da América Latina“, destaca.

Com experiência acadêmica e de mercado na área de TI, Marília Lima é outro nome da lista da LAVCA. É cofundadora da startup Silicon Reef e hoje atua como Head de Investimentos da Inseed no Nordeste, sua principal função na região é selecionar empresas para investimento. “Só este ano já circulamos por seis estados do Nordeste e em todos eles observamos um crescimento feminino entre os players de inovação. Além disso, a cada evento temos apresentado o mercado de investimento, educando as pessoas, ampliando o conhecimento e acesso: ensinando as pessoas como participar e como se preparar”.