A Autodesk , empresa de software cujo valor de mercado supera US$27 bilhões, mais conhecida por seu programa de arquitetura, o AutoCAD, vai adquirir a startup PlanGrid por US$875 milhões, anunciou a empresa nesta terça-feira. A transação deve ser concluída durante o quarto trimestre do ano fiscal de 2019 da Autodesk, que termina em 31 de janeiro, de acordo com a empresa.

Fundado em 2011, o PlanGrid é uma ferramenta de produtividade de construção apoiada pela GV (antiga Google Ventures) e pela Sequoia Capital. A startup já levantou um total de US$69 milhões. Uma série B em 2015 avaliou a empresa em US$419 milhões, de acordo com a PitchBook.

O PlanGrid permite que as equipes trabalhem em tempo real, tanto nos escritórios como nos locais de trabalho de construção, para atualizar os planos de projeto e os relatórios de campo. A Autodesk disse em seu comunicado que pretende integrar o software do PlanGrid e sua plataforma de gerenciamento de construção Autodesk Revit e Autodesk BIM 360.

“No PlanGrid, temos um foco implacável em capacitar trabalhadores da construção civil para construir o mais produtivamente possível”, disse Tracy Young, cofundadora e CEO da PlanGrid, em um comunicado.

“Um dos primeiros passos para melhorar a produtividade de construção é a adoção de fluxos de trabalho digitais com dados centralizados. O PlanGrid se destacou na criação de software de colaboração simples e bonito, enquanto a Autodesk se concentrou em conectar design a construção. Juntos, podemos aumentar a produtividade e previsibilidade no local de trabalho “, disse ela.

Fonte: Business Insider