A rede de pontos de entrega Pegaki acaba de captar R$1,2 milhão em uma nova rodada de investimentos por meio da EqSeed, primeira plataforma de equity crowdfunding para startups aprovada pela CVM. O ticket médio de investimentos da captação foi de R$12 mil cada. Vale lembrar que essa é a segunda rodada de investimentos da startup pela plataforma: no final do ano passado, a Pegaki captou R$ 360 mil em apenas 9 dias, recorde da rodada mais veloz da plataforma EqSeed até hoje.

De acordo com sócio fundador da EqSeed, Brian Begnoche, o modelo proposto pela Pegaki reúne todos as características que o investidor busca em uma startup. “O negócio é altamente escalável, alavanca um mercado enorme e cheio de práticas obsoletas, a equipe é excelente, totalmente focada e capacitada. Prova disso é a expansão da empresa em um curtíssimo prazo. A Pegaki desenvolveu um sistema capaz de reduzir com eficiência o problema de insucesso de entregas, uma questão grave que envolve um mercado gigantesco, o que torna a startup um ativo extremamente interessante para a carteira dos investidores na nossa base”.

O CEO da Pegaki, João Cristofolini, explica que a rodada deve impulsionar ainda mais o negócio da empresa. “A primeira rodada na EqSeed, no ano passado, viabilizou um crescimento muito significativo: dobramos o número de e-commerces clientes, multiplicamos por cinco o número de pontos de retirada, aumentamos a abrangência de seis para dez cidades e chegamos a 20 mil entregas realizadas, o equivalente a R$ 2 milhões em produtos. Agora, nosso objetivo é, em um ano, transacionar mais de 60 mil pedidos por mês e fechar 2018 com mais de mil pontos de retirada espalhados por todo o País. Para isso, vamos precisar investir em equipe, marketing e tecnologia. Há um trabalho muito longo pela frente, mas a demanda é clara”, avalia.

Atualmente, a empresa criada em Blumenau já conta com mais de 400 pontos ativos e mais de mil em fase final de aprovação em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Blumenau, Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Campo Grande, Cuiabá e Curitiba. Marcas de peso como Dafiti, Plataforma Digital Print, Accor Hotels, Carrefour, 5asec, entre outras empresas de diversos portes, já atuam em parceria com a Pegaki.

Para atender à crescente demanda, a startup acaba de se mudar para uma nova sede e já está ampliando a equipe. “No momento, contamos com uma equipe de 10 profissionais, mas pretendemos fechar 2018 com 20. Entre as áreas que devem crescer na Pegaki, vale destacar principalmente tecnologia, vendas e suporte. Seguramente esse capital aportado também será utilizado nesse movimento de ampliação”, pontua o executivo.

Outros indicadores revelam o tamanho desse mercado. No Brasil, grandes redes iniciaram 2018 apostando no modelo de retirada em ponto como alternativa de entrega e diferencial para o cliente. Por aqui, 20% das empresas que contam com e-commerce e loja física já oferecem retirada na loja física. Lá fora, o mercado é ainda maior: só em 2017, Europa, EUA e China somaram cerca de 40 mil pontos de retirada, média de 300 mil pacotes por dia, o que equivale à 40% de todas as compras online. “Tratam-se de números absolutamente significativos e que revelam a tendência irreversível do modelo agora proposto no Brasil pela Pegaki”, pontua Cristofolini.

Neste contexto, o sócio fundador da EqSeed, Greg Kelly, chama a atenção para o curto espaço de tempo entre as rodadas de captação da Pegaki. Para o matemático, histórias de captação de investimento sequenciais e o posterior crescimento das startups investidas serão cada vez mais comuns no portfólio de empresas investidas da plataforma EqSeed.

“Nosso processo de seleção de empresas é extremamente rigoroso, no sentido de escolher startups que propõem soluções com alto grau de inovação e grande potencial de crescimento. Analisamos a empresa, seus profissionais e o cenário externo e o mercado nacional, entre muitos outros indicadores. Cruzando todas essas informações, estamos conseguindo oferecer ativos de qualidade para nossa base investidores. Entendo que esse franco crescimento da Pegaki e rodadas tão próximas são um exemplo disso. Estamos no início de uma revolução nos mercados de capitais privados no país e a EqSeed tem muito orgulho de estar à frente disso”, diz.