Até 10 mil norte-americanos com cirurgias marcadas de quadril e joelho devem encaminhar seus dados básicos de saúde diretamente de seus Apple Watches para os cirurgiões, por meio de um novo aplicativo que está sendo testado nos Estados Unidos pela empresa especializada em próteses Zimmer Biomet.

Quatro hospitais e mais de uma dúzia de outras instalações médicas em Estados norte-americanos como Massachusetts, Califórnia, Colorado e Michigan receberão estatísticas, incluindo frequência cardíaca, passos dados e horas em pé de pacientes que estão se preparando ou se recuperando de uma cirurgia de prótese de quadril e joelho.

O estudo que durará vários anos, em colaboração com a Apple, permitirá aos médicos e suas equipes avaliar melhor o quão bem os pacientes estão seguindo as fisioterapias ou os regimes prescritos antes e depois das cirurgias.

“Quando você olha para o que os pacientes têm que fazer quando são submetidos à artroplastia de quadril e joelho, em alguns casos eles têm muito pouco apoio ou orientação antes e depois da cirurgia, o que gera muito medo e ansiedade desnecessários”, disse Dan Williamson, executivo da Zimmer Biomet.

“Acreditamos que isso vai criar um novo ecossistema em ortopedia que, em última instância, leve menos ansiedade aos pacientes e mais visibilidade do cirurgião”, disse Dan Williamson, executivo da Zimmer Biomet.

A Apple vem trabalhando em novas iniciativas de saúde para seus usuários, e anunciou no mês passado o Apple Watch Series 4, e pode detectar problemas cardíacos, posicionando o novo relógio como um dispositivo de saúde mais abrangente.

Fonte: Agência Reuters