* Por Valéria Vicenti

Em Londres, tem mais de 1700 lojas de café que oferecem deliciosos cafezinhos com bolo e os tão apreciados chás da tarde. A cada quadra, facilmente você encontra pelo menos uma loja, das casuais às mais requintadas: todas com as delícias tão almejadas – doces lindos e salgados saborosos – o sonho de consumo dos moradores e turistas.

O Hotel Kensington, com seu gerente de marketing e garçom brasileiro – um gentilíssimo rapaz chamado João – também está nesta lista imensa de cafés, com uma única diferença: para conseguir participar do Chá da Tarde que oferecem, é preciso agendar com no mínimo duas semanas de antecedência! É isso mesmo. Produtos similares oferecidos na quadra, no bairro, na cidade, e ainda assim, se desejar com eles estar, a reserva é imprescindível, senão, não adianta chorar, ficará para próxima vez!

Remetendo ao conto Bela e a Fera, o chá da tarde se torna um evento pra lá de especial, com crianças chegando com suas roupinhas de gala, como a da Bela, e de adultos suspirando pelos cantos a cada surpresa que chega à mesa, e claro, buscando o melhor ângulo para aquela foto que postará nos próximos segundos. Trilha sonora, cardápio correlacionado a momentos do conto, porcelanas que encantam e a atenção do garçom em apresentar cada prato que chegava à mesa com todo detalhe do conto, faz o grande diferencial.

Turistas, curiosos, moradores da cidade, todos parecem desejar fazer parte desta lista pelo menos uma vez. Interessante de se ver e de se estudar como caso: cardápio similar aos concorrentes, até mesmo reduzido se comparado com os grandes buffets self-service,  ingredientes convencionais, mas aparatos delicados, diferenciados e muito emoção no ar.

O Hotel Kensington nos mostra com fatos e lista de espera que podemos vender, oferecer o que todos oferecem, ou até um pouquinho menos, e ainda assim superar qualquer crise. Podemos nos destacar entre o grande número de concorrentes. A concorrência não mata se nos dermos o direito e a oportunidade de pensarmos COMO nos reinventar todos os dias, dar cor e sentido às receitas do nosso negócio para que amanhã ele não seja extinguido ou devorado.

A criatividade serve para todos os mundos e negócios, só depende de nós mudarmos nossos paradigmas e buscarmos caminhos que superarão qualquer expectativa dos nossos antigos, atuais e novos cliente.

Então vamos olhar para o nosso negócio como nunca olhamos antes, para novas linguagens e caminhos desvendarmos. Vamos acreditar que somos mais fortes que possamos imaginar, principalmente quando agimos e não reclamamos!

Abraço enorme e sucesso sempre! Juntas somos mais fortes, criativas e imbatíveis!

* Valéria Vicenti é embaixadora Rede Mulheres Empreendedoras (RME) na China, Correspondente e Mentora do clube fechado curitibano, Clube da Alice. Engenheira, mais de 20 anos de experiência executiva em gestão de pessoas e processo.