Possibilitar que uma professora universitária aprofunde seus conhecimentos sobre empreendedorismo social em um intercâmbio intercultural é a missão do Global Links, programa exclusivo de capacitação da Tupperware Brands, líder global em produtos inovadores. Com duração estimada entre seis e nove meses, o projeto, que oferece conhecimento de ponta exclusivamente para mulheres, chega ao Brasil para formar uma mentora social que auxilie no desenvolvimento de lideranças locais.

Realizado em parceria com a instituição americana Rollins College e o Escritório de Assuntos Globais da Mulher do Departamento de Estado dos Estados Unidos, o Global Links já impactou mais de 4 mil estudantes e docentes em países como Índia e Iraque. A edição que terá uma professora brasileira ocorrerá em três fases, sendo duas delas em Orlando, na Flórida (USA), e uma no Brasil.

A docente escolhida, que fará o intercâmbio para ganhar ainda mais conhecimento sobre o empreendedorismo feminino, terá a experiência de atuar na sede da Tupperware Brands e a missão de se tornar uma agente de apoio a mulheres que necessitam de ajuda para iniciar ou ampliar os seus negócios.

Todo o projeto será pautado por um modelo pedagógico supervisionado com relatórios e atividades acadêmicas em sala de aula. A fase final da capacitação conta com o retorno da docente para Orlando, acompanhada de cinco de seus alunos, para uma imersão de duas semanas na Rollins College.  Os jovens serão selecionados a partir do desempenho pessoal no projeto e poderão trocar as experiências com os estudantes americanos.

“Por mais de 70 anos temos despertado nas comunidades globais, especialmente as mulheres, o desejo de perceber o que elas têm de melhor. Em muitas partes do mundo, as mulheres são o recurso mais subutilizado e estamos comprometidos a inspirar e ajudar no desenvolvimento de uma nova geração de empresárias no Brasil”, explica Rick Goings, Chairman da Tupperware Brands. O executivo reforça que o Global Links é uma extensão desse esforço e que o objetivo da Tupperware Brands é expandir a ação para outros países emergentes nos próximos cinco anos.

Processo Seletivo

O processo seletivo começa com a aplicação de formulário e envio do currículo profissional, até o dia 21 de setembro. O critério de escolha passa pela experiência de trabalho e a sinergia com projetos de empoderamento feminino e empreendedorismo social.

Para participar é imprescindível que a candidata seja nascida e resida no Brasil, possua passaporte válido, atue profissionalmente como professora universitária em uma instituição credenciada pelo Ministério da Educação (MEC) – preferencialmente para as graduações de economia ou de disciplinas focadas em negócios – tenha fluência comprovada em inglês e disponibilidade para morar nos Estados Unidos por, pelo menos, seis meses a partir de fevereiro de 2019, data de início do programa. Os custos do transporte, hospedagem, aulas e materiais da professora e seus alunos serão financiados pelo programa. O resultado será comunicado a partir de 5 outubro no site da companhia. Inscreva-se aqui.