A Indra, uma das principais companhias globais de consultoria e tecnologia, investiu US$46 milhões para adquirir a Advanced Control Systems (ACS), companhia norteamericana especializada na fabricação de sistemas de controle e operação de redes de transporte e distribuição de energia.

O principal objetivo da aquisição é aproveitar o alto potencial que o mercado de gestão de transporte e distribuição de energia oferece. De acordo com a consultoria, o setor tem um tamanho global estimado em 700 milhões de dólares e deve crescer 20% ao ano até 2021, totalizando a cifra de 1,8 bilhões de dólares.

A transação permite que a Indra tenha acesso aos mercados dos Estados Unidos e Canadá, região na qual se concentram mais de 3.200 companhias de utilities. Esse potencial é somado à atual presença da consultoria, hoje consolidada no sul da Europa, América Latina e África.

Além disso, a Indra agora passa a ter mais fôlego na oferta de produtos fundamentais para as Smart Grids (como as soluções SCADA) e em soluções que integrem o mundo da TI com a TO (Tecnologia da Operação), que permitem à consultoria responder aos importantes desafios do setor associados à transição energética.

Hoje, a consultoria já tem forte presença internacional, com 140 clientes em nível mundial e disponibiliza soluções próprias com alto grau de confiabilidade, como InGen, InGrid e InCMS, que permitem cobrir a gestão de toda a cadeia de valor (geração, transporte / distribuição e comercialização de eletricidade, gás e água).

A combinação de negócios altamente complementares facilita a venda cruzada de produtos e soluções aos clientes atuais da Indra e da ACS (venda de produtos da Indra nos mercados dos Estados Unidos e Canadá, por um lado, e venda da SCADA em todas as regiões nas quais a Indra está presente por meio de sua atual rede, por outro lado) e aumenta a capacidade conjunta de obtenção de novos clientes

Com a aquisição, a Indra estima que a ACS, que apresenta, atualmente, uma margem EBITDA de dois dígitos, pode triplicar ou quadruplicar suas vendas (de 23,5 milhões de dólares em 2017) em um prazo de cinco anos.