A Yellow, empresa brasileira pioneira em soluções de micro mobilidade, acaba de comunicar que captou US$63 milhões em nova rodada de investimentos anunciada hoje. O montante será usado para consolidar a sua operação em São Paulo e outras cidades do Brasil, expandir a atuação para a América Latina, além de construir e operar uma fábrica de patinetes elétricas.

A série foi liderada pela GGV Capital, com a participação de todos os principais investidores da Companhia – Monashees, Grishin Robotics, Base10 Partners e Class 5. Refletindo o crescente entusiasmo em torno do tema micro mobilidade e a oportunidade do mercado da América Latina, a Yellow arrecadou mais de 75 milhões de dólares em nove meses.

No Brasil, a ampliação do serviço de compartilhamento de bike e patinete está prevista para este ano e deve incluir cidades do Estado de São Paulo e outras capitais pelo País. No mesmo período, a operação chega à América Latina, devendo começar pelo México. Colômbia, Chile e Argentina também estão no plano de expansão da Yellow.

A fábrica, que ainda não tem sede definida – Brasil, México e Paraguai são considerados –, garantirá o fornecimento das patinetes elétricas para compartilhamento a custo competitivo, favorecendo o crescimento e a lucratividade da empresa, que hoje tem que lidar com um cenário de baixa oferta global e custos de importação. A produção das bicicletas da Yellow já é feita no Brasil.

“Estamos confiantes de que temos a melhor experiência, capacidade e equipe locais para nos tornarmos líderes de micro mobilidade na América Latina. Também estamos muito orgulhosos por ser a primeira plataforma deste segmento na região que traz uma solução completa, reunindo bicicletas e patinetes elétricas. Além disso, vamos garantir o fornecimento local de patinetes, com a capacidade de controlar nosso suprimento por meio da fábrica, potencializando o sucesso da Yellow”, afirma Eduardo Musa, CEO e cofundador da Yellow.

Balanço

A Yellow, primeira empresa de compartilhamento de bicicletas sem estações do Brasil, iniciou suas operações em São Paulo dia 2 de agosto e só no primeiro mês foram realizadas mais de 150 mil corridas, resultado superior ao de outras cidades no mundo logo no lançamento do serviço. Além do cartão de crédito, primeiro a ser aceito pelo aplicativo, a Yellow oferece agora pagamento também em dinheiro. O uso do cartão de débito e bilhete único deve ser anunciado em breve.