Pacientes que usam o produtos medicinais derivados da cannabis, para tratamento de doenças crônicas entre as quais Alzheimer, autismo, epilepsia e esclerose múltipla, têm dificuldades em encontrar médicos que prescrevem o medicamento, o que é essencial para obter a liminar da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que libera a importação dos itens.

Outra dificuldade é encontrar quem forneça os medicamentos. Para facilitar esse processo, conectando pacientes a profissionais, médicos e empresas que produzem, revendem e prescrevem canabinoides de forma legal, responsável e comprometida foi desenvolvida a plataforma digital Dr. Cannabis.

“Vamos oferecer aos pacientes um balcão completo de cannabis medicinal legal, desde o conteúdo científico ao contato de médicos e os caminhos para  facilitar a importação do que lhe for prescrito”, diz a gestora executiva, Viviane Sedola, que fundou a plataforma juntamente com Paula Dall’Stella, médica pós-graduada em neuro-oncologia e pioneira na prescrição e acompanhamento a pacientes em uso de Cannabis Medicinal desde 2014.

Dr. Cannabis já entrou no ar e lança campanha de equity crowdfunding para levantar recursos para o desenvolvimento de novas funcionalidades, serviços e conteúdos, facilitando o acesso à plataforma.  “Queremos ser referência na América Latina em inteligência do mercado de cannabis medicinal”, afirma Viviane Sedola.

A meta da campanha de financiamento coletivo, que começa hoje, 10 de agosto, é arrecadar R$ 750 mil. Será ofertado aos investidores 15% do capital da Dr. Cannabis. O valor mínimo da cota é de R$ 1.000,00. A empresa já recebeu aportes da SuperJobs Ventures e investidores-anjo para a etapa inicial.

Para participar da campanha de crowdfunding desenvolvida pela Startmeup, acesse o site.