* Por Pâm Bressan

A atuação dos times nos jogos da Copa do Mundo 2018 nos mostrou muitos panoramas, dos quais podemos extrair aprendizados e levar para o nosso dia-a-dia:

  • O cavalo encilhado está passando na sua frente e ……

É muito cômodo ficar parado esperando o sonho acontecer ou a chance chegar. Porém quando a oportunidade passar na sua frente será preciso recuperar o tempo perdido, o que muitas vezes já não mais será possível. O jogador preparado para uma Copa do Mundo é aquele que treinou o ano inteiro mesmo sem saber que seria escalado para a copa! Deu o seu melhor nos treinos, suou a camisa e quando a notícia chegou, já se encontrava fisicamente e tecnicamente preparado.

Na vida precisamos nos antecipar aos nossos sonhos e começar a “praticar’’ seja lá o que for, com muita antecedência! Não espere o tempo chegar, faça o seu próprio tempo! Comece hoje.

  • Jeitinho brasileiro:

Em alguns jogos ouvimos diversas opiniões sobre a atuação de alguns jogadores se jogando no chão, fingindo muita dor entre outras “artimanhas’’, como forma de ganhar tempo ou colocar a culpa no adversário (fazendo-o levar cartão amarelo ou ser uma oportunidade para um pênalti). Em toda batalha é preciso ter estratégias claras e coerentes, simples e honesta. Não dá para tirar aqui e esticar ali. O jogo têm que ser limpo. Durante todo o tempo!

  • Não sou da área mas posso aprender:

Percebemos que alguns jogadores chegaram próximo ao gol e na hora de chutar para dentro, eram um desastre. Somente o atacante que vai finalizar bem ou dominar a técnica de fazer gol? A oportunidade de fazer um gol virá para todos e não somente para os jogadores “que possuem essa função”. Dominar uma atividade mesmo não sendo de sua área de atuação pode ser útil em algum momento da sua vida. Aprenda um pouco de tudo e sempre esteja preparado!

  • Pressão:

Jogadores sentem pressão o tempo todo durante qualquer partida de futebol porém, isso assume outra dimensão em uma Copa do Mundo, onde há milhares de pessoas te observando pessoalmente, pela televisão e outras mídias. Os gritos dos torcedores, o seu treinador e os colegas no banco te observando o tempo todo, as câmeras e os repórteres  ao redor do campo e a ansiedade para ganhar afetam qualquer ser humano. Fora as trocas de fagulhas com os adversários. E na vida real não é diferente! Uma explosão de sentimentos a cada dia e em cada situação. Imagina cair no campo chorando e ficar lá parado. Não dá (alguns até tentam!). É preciso se fortalecer emocionalmente e aprender a controlar suas emoções quando elas afloram. Lembrar que você as domina, assim como domina o destino da sua vida. Genética não é destino e o rumo da história de sua vida também não, dá pra mudar! Assuma o controle e “suba no cavalo encilhado” tão logo que ele passar”.

Os últimos jogos desta Copa do Mundo nos mostraram que além de dominar a técnica, é preciso estudar o adversário para deixar de perder oportunidades: saber quem são seus jogadores, que seleções atuam, quais os pontos fortes e fracos, como foi a última partida deste time, quem é o técnico e qual sua visão sobre futebol, como ele é visto no mundo dos esportes, qual a sua maior tática e como pode-se prevenir para enfrentar este adversário, com qual das posições devemos ter atenção especial (centroavante, lateral?), como eles virão “pra cima”?

No mundo dos negócios também é preciso estudar. Estudar o seu cliente, conhecer seus hábitos e escolhas, o que gosta e faz, onde frequenta e até como pensa. Quanto mais você souber sobre ele, mais poderá compreendê-lo e fazer a “jogada certa”.

Até o próximo o artigo!


Pâm Bressan, homenageada do Prêmio Ozires Silva 2015Formada em Contabilidade, é Coordenadora de empresas do Centro Regional de Inovação e Empreendedorismo – Incubadora CRIE; é Ex -CEO do Movimento Nacional Universitários Acima da Média no Brasil, Idealizadora do Programa “Papo Acima da Média” e do Congresso Online para Universitários o UAM WEEK, Embaixadora da Semana Global de Empreendedorismo, Diretora de Capacitação da AJET, Diretora do Geração Empreendedora do CEJESC (Conselho Estadual do Jovem Empreendedor Catarinense), ganhou o Prêmio Empreendedor 2015 pelas mãos do Fundador da Embraer, Doutor Ozires Silva.