Como parte do desenvolvimento do setor de construção, a incorporadora Cyrela anunciou a criação da CashMe, empresa do segmento de home equity que tem como objetivo agilizar a análise de crédito para quem busca um empréstimo financeiro utilizando um imóvel como garantia.

Segundo Juliano Bello, Diretor Administrativo Financeiro, a companhia vem acompanhando o mercado de home equity já há algum tempo e a decisão de ingressar neste ramo deu-se por conta da expertise da Cyrela no setor de crédito imobiliário. “A ideia da startup surgiu no momento de crise, quando alguns parceiros da Cyrela não conseguiam financiamento no banco. Dessa forma, formatamos o projeto de forma eficiente e criamos a startup internamente com essa finalidade. Para que este projeto saísse do papel, firmamos parcerias com sete startups e também com grandes empresas, como a AWS (Amazon), que está nos auxiliando neste desafio. A ideia de fazer todo processo dentro da Cyrela surgiu porque podemos oferecer agilidade e trazer custos atrativos”, destaca.

Juliano conta que estão sempre em busca de inovação e novas soluções para amplificar suas entregas. Eles também procuram desenvolver as pequenas e médias empresas desse setor que podem contribuir com eles. Além disso, eles incentivam seus colaboradores a intraempreender e trazer soluções de inovação com o objetivo de otimizar e melhorar os processos internos.

A startup, que nasceu em abril deste ano, já soma propostas de mais de R$40 milhões. A expectativa é que, em cinco anos, esse número suba para R$500 milhões. “O objetivo da CashMe é ganhar rápido espaço no mercado de home equity justamente por oferecer um serviço rápido e com o mínimo de burocracia possível. Isso porque a análise e aprovação do crédito levam no máximo dois dias, tornando o processo um dos mais rápidos do mercado”, enfatiza.

A CashMe é focada principalmente nos empresários de pequeno e médio porte e oferece financiamentos entre 8 e 10 anos, com taxa de pouco mais de 1% ao mês. Os clientes têm a possibilidade de financiar até 60% do valor do imóvel. No primeiro momento, a startup está focada principalmente em São Paulo e tem mapeado clientes que buscam valores de financiamento entre R$600 mil e R$2 milhões.

“O mercado de home equity, que hoje movimenta cerca de R$15 bilhões, tem um imenso potencial de crescimento, podendo chegar a R$100 bilhões em 10 anos. A Cyrela está atenta a esta movimentação e o surgimento da CashMe é um dos investimentos que a companhia aposta para entrada nesse nicho que será cada vez mais explorado”, explica Juliano.

Ele conta que a companhia apoia algumas startups do segmento há quase três anos, porém, a CashMe é a primeira startup desenvolvida 100% internamente. Segundo ele, essa experiência anterior foi essencial para o intraempreendimento e o consequente lançamento da CashMe.

Atualmente a Cyrela conta com a parceria de 23 startups e dentro deste grupo estão a Nuveo e a Neurologic, ambas parceiras em projetos de inteligência artificial. A Nuveo desenvolveu uma solução para pagamento de IPTUs dos mais de 5 mil imóveis da incorporadora, gerando uma economia de R$ 5 milhões nos últimos três anos.

Já a Neurologic tem atuado diretamente com a Cyrela em melhorias para o atendimento ao cliente com o sistema de chatbot, que atende uma média de 1.100 manifestações de clientes por mês de forma mais eficiente, gerando uma retenção de cerca de 70% dos atendimentos no Assistente Virtual/Robô.

Espaço de Coworking

Cyrela

Além da CashMe, a Cyrela também investiu na criação de um espaço de coworking, com a finalidade de gerar negócios para startups do setor, além de fomentar a geração de novas empresas dentro de diversas esferas, como gestão, tecnologia, finanças, vendas, comunicação, entre outras. Essa iniciativa é conjunta com o MITHUB, associação criada pela Cyrela junto com outros grandes players do mercado imobiliário e construção, como CCP, Grupo Zap, a venture builder Construtech Ventures e a imobiliária Brasil Brokers, apoiado pela ClosedGap Ventures e BNZ for Startups.

A área dedicada está localizada no escritório da Cyrela, no bairro da Vila Olímpia. Um andar de 450 m² (além da estrutura comum como salas de reunião, um café e um espaço com churrasqueira), oferece estrutura para comportar até 50 posições para empresas que estão em franco desenvolvimento de soluções para grandes corporações.