Ironhack, escola global de tecnologia que acaba de inaugurar o seu primeiro campus no Brasil, anuncia investimentos de R$ 7,5 milhões, até o final do ano, para estruturar a sua sede em São Paulo, contratar profissionais e promover e financiar seus cursos.

A escola de origem espanhola tem um modelo de ensino conhecido como bootcamp, uma metodologia de aprendizagem imersiva baseada na ideia de “aprender fazendo”, por meio de cursos intensivos de treinamento para programadores e web designers. De acordo com a escola, esta metodologia tem garantido 85% de empregabilidade de seus alunos em no máximo três meses após a conclusão do curso.

Ao todo, a Ironhack já formou mais de 1,5 mil estudantes de 70 nacionalidades diferentes, em programas com duração entre 9 e 24 semanas. De acordo com Pedro Falkenbach, Growth Manager da Ironhack no Brasil, serão selecionados entre 15 e 20 alunos na primeira turma de 2018.

O Campus de São Paulo é o oitavo campus da empresa pelo mundo e o único na América do Sul, expansão motivada pelo aporte de US$ 3 milhões do fundo JME Capital. “São Paulo tem o maior ecossistema de tecnologia da América Latina. A cidade junta uma grande população que é por natureza empreendedora, com vontade de aprender, de crescer e de vencer na vida. Também possui um volume considerável de empresas de todos os portes precisando de profissionais qualificados em tecnologias de ponta. Vemos em São Paulo a oportunidade perfeita para juntar essa demanda por desenvolvedores e capacitar os profissionais para que possam preencher essa demanda”, afirma Pedro.

Neste momento, ainda não há previsão de outras unidades da Ironhack em outros países da América do Sul. “No momento, o foco é São Paulo. Sempre avaliamos o potencial de inauguração em novos países/cidades, mas por enquanto, não temos essa definição”, explica o growth manager.

Por agora, a escola passará a oferecer o curso de Desenvolvimento Web. “Em 2019, além do curso de Desenvolvimento Web, temos previsto cursos de UX/UI Design e Data Analysis, que são outras habilidades com grande demanda no mercado de trabalho e que precisam de profissionais capacitados”, completa.

A escolha inicia seu primeiro programa no país em 15 de outubro, com duração prevista de nove semanas. As inscrições já estão abertas no site oficial da escola.