Após participar de um processo de seleção acirrado com outras 14 gestoras de investimento, a DOMO Invest foi escolhida e se tornará a responsável pela gestão do Fundo de Coinvestimento-Anjo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) por meio de seu braço de participações societárias, a BNDESPAR. O patrimônio comprometido para o Fundo, com duração de 10 anos, corresponde até R$ 100 milhões.

O foco de investimento desse fundo será em negócios nascentes (startups com faturamento anual inferior a R$ 1 milhão) nos mais diversos setores, entre eles: Economia Criativa (B2C, O2O, B2B, logística), Agronegócios, Saúde e Biotech, Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), Fintechs e Cidades Inteligentes.

“Atuo com investimento-anjo há quase 20 anos e acredito que chegou a hora de contribuir para alavancar novos e melhores investidores anjos para o ecossistema”, diz Franco Pontillo, um dos responsáveis por esse novo fundo na DOMO Invest.

Outra premissa do fundo será de realizar coinvestimentos junto a outros investidores, sendo esses investidores-anjo ou, ainda, aceleradoras e incubadoras ao redor do Brasil. Para Felipe Andrade, sócio fundador da DOMO Invest “esse fundo permitirá um impulso significativo no potencial de investimentos em startups, multiplicando conhecimento e recursos investidos pelos investidores anjos ou aceleradoras.Trabalharemos junto com eles para permitir que bons empreendedores tenham acesso ao capital para seus negócios. Esse é um dos paradigmas que queremos quebrar na DOMO Invest”. No estágio nascente, o fundo poderá investir inicialmente até R$ 500 mil por startup.

O processo de seleção do edital teve duração de oito meses e ocorreu em duas etapas. Também participaram da fase final outras cinco gestoras de investimento: Cventures / Altivia, Invest Tech, Performa / ACE, SP Ventures / NXTP Labs / Bossa Nova Investimentos e Yaguara Capital / 100 Open Startups. 

Para Mario Letelier, que também estará dedicado a gestão do novo fundo da DOMO Invest, “esse é um passo enorme para a consolidação do ecossistema empreendedor brasileiro, essa entre outras ações que estão sendo realizadas pelo BNDES levarão nosso ambiente para um novo patamar” e complementa “temos grande respeito e proximidade com vários dos participantes do edital ficamos muito felizes pelo resultado e reconhecimento. Iremos agora contatar a todos os interessados para estabelecermos parcerias que possam fazer crescer ainda mais o nosso ecossistema”.

Além disso, o Fundo de Coinvestimento Anjo é multiestágio, ou seja, as empresas nascentes que melhor performarem poderão contar com outras rodadas de capitalização do fundoao atingir o patamar de “pequena empresa inovadora” (empresas com faturamento anual entre R$ 1 milhão e R$ 16 milhões, conforme apuração no ano imediatamente anterior à aprovação do investimento). Esses investimentos adicionais, por startup, poderão atingir até R$ 5 milhões.

Nos últimos anos os sócios da DOMO Invest participaram de mais de 50 investimentos e transações de M&A em negócios tecnológicos. A gestora é aderente aos códigos da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) e da Abvcap (Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital)nasceu com os princípios de governança e compliance em linha com as melhores práticas de mercado, atendendo aos preceitos determinados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), sem deixar de lado a inovação e a nova forma de fazer negócios do mercado de Venture Capital. O desafio agora será investir em mais de 100 novos negócios nos próximos anos com a mesma qualidade que vem sendo feito.