O Banco do Brasil acaba de anunciar uma parceria inédita com a Startup Farm para fomentar o ecossistema brasileiro de startups. O novo programa Ahead | Banco do Brasil  vai selecionar até dez startups para serem aceleradas em São Paulo. Empreendedores podem se inscrever até 01 de julho pelo site.

O programa conta com uma ampla rede de mentores, investidores e especialistas do mercado e as startups selecionadas passarão 6 meses em ritmo intenso de aceleração. O programa está em busca de startups de todos os mercados que usem tecnologia de forma inovadora e soluções que resolvam problemas na área de: Wellness, Customer Analytics e Wealth Tech.

Para Alan Leite, CEO da Startup Farm, a parceria trará ganhos para todo ecossistema de inovação “ao somar forças, teremos mais alcance nas nossas iniciativas e buscaremos resultados ainda mais consideráveis principalmente para as fundadores que apoiamos”.

Nos últimos anos, o BB tem investido em várias iniciativas para fomentar a inovação do sistema financeiro, como o uso de chatbot em atendimentos aos clientes. Hoje 70% dos atendimentos em rede social são realizados utilizando a tecnologia. O Banco também apostou em laboratórios de inovação no Vale do Silício e em Brasília, onde os funcionários da empresa encontram estrutura para desenvolver suas ideias, com espaço físico e apoio metodológico para experimentação e validação de novos produtos e serviços.

O Banco aprendeu muito com o jeito mais simples e fluido de ser das startups. Assim, a aceleração das iniciativas digitais foram feitas com recursos do próprio Banco, trabalhando como se fossem startups internas. Para Marco Mastroeni, diretor de negócios digitais do BB, agora o Banco está mais preparado para estreitar ainda mais o relacionamento com as startups.

“Queremos parcerias de longo prazo, intercâmbio de conhecimento. Podemos acrescentar muito a essa parceria, primeiro porque temos clientes e sabemos trabalhar em escalas gigantescas, mas agora também entendemos e trabalhamos como startups”, destaca o diretor.