As startups são uma ameaça para as empresas tidas como tradicionais? De acordo com o crescente movimento global de aproximação entre as organizações tradicionais e as novatas, a resposta para esse questionamento – definitivamente -, é não!

A afirmativa é reforçada pelo Movimento 100 Open Startups que, em levantamento feito entre julho de 2015 e o mesmo período de 2017, constatou que 130 companhias realizaram 154 programas de aproximação com startups.

O STARTUPI é parceiro do Corporate Startup Summit e, junto com a organização do evento, oferece 30% de desconto no valor do ingresso. Para garantir o seu, acesse o link e utilize o código cssstartupi

Ainda segundo a iniciativa, em avaliação feita com 408 empresas e mais de 3 mil startups, houve um aumento de 194% no número de contratos firmados entre as grandes empresas e as iniciantes.

As conexões entre as organizações tradicionais e as novatas é crescente, e a transformação digital tem sido a grande responsável pela quebra de paradigmas e receios que, inicialmente, incitavam um olhar concorrente entre ambas as corporações.

Como as grandes empresas inovam com startups

Todos os segmentos de mercado investem em tecnologias disruptivas e aproximação com startups. Diante da demanda gerada pela necessidade de digitalizar a transformação de processos, produtos e serviços, as grandes corporações têm buscado nas de base tecnologia os diferenciais para um mercado cada vez mais competitivo.

Natura

A maior empresa de cosméticos do Brasil já desenvolve atividades de inovação aberta há mais de sete anos. Por meio dos programas Cocriando Natura e Natura Startups, a empresa busca parceiros para investir, partilhar ideias e aplicar tecnologias e processos em novos produtos da marca. Recentemente lançou um programa de aceleração de startups em parceira com CESAR Labs.

Com aproximadamente 400 projetos inovadores em andamento, a 6ª maior marca em valor de mercado nacional (2017) desenvolve a inovação corporativa como forma de potencializar os negócios e minimizar riscos.

Hospital Albert Einstein

Desde 2014, o melhor hospital da América Latina tem promovido o chamado clash of the worlds (colisão de mundos) para descrever as mudanças que as tecnologias têm gerado em um mercado tido como conservador e tradicional.

Somente ano passado, foram investidos R$ 38 milhões em pesquisa e inovação, além do Eretz.bio, centro de inovação onde será possível incubar até 15 startups presencialmente e outras 15 de forma virtual.  

Johnson & Johnson

Com mais de 250 empresas e cerca de 126.500 colaboradores em diversas localidades, a Johnson & Johnson investe globalmente algo em torno de U$ 9 bilhões ao ano em pesquisa e desenvolvimento de produtos e serviços inovadores. Parte desse montante vem para um dos cinco centros de inovação da empresa que fica no Brasil.

Visionária, a organização começou a investir em inovação “onde quer que ela esteja” e, por isso, descobriu cedo as startups. Por meio da Johnson & Johnson Development Corporation, fundada em 1979, já realizou 130 investimentos em 81 empresas. E para impulsionar ainda mais o desenvolvimento de novos modelos de negócios, criou também a JLabs, uma rede global de incubadoras e parceiras que apoiam empreendedores de empresa de base tecnológica em estágio inicial ou em processo de expansão.

A companhia já desenvolveu parcerias com diversas startups, entre elas Biomedx, HOOBOX Robotics, Scheme Lab, Nudge Portugal, dentre outras.

Embraer

A Embraer, terceira maior fabricante de aviões do mundo, tem investido de maneira massiva em Tecnologia da Informação (TI). A empresa entende que o desenvolvido dessa área não faz parte somente de um movimento técnico operacional, mas que tem uma função estratégica que é vital para os negócios.

As ações de inovação da empresa acontecem interna e externamente. Ano passado, a fabricante de aviões anunciou a instalação de uma equipe no Vale do Silício (EUA).

Todo o movimento feito na companhia parte da identificação de problemas, proposição de soluções e implementação de ações, além de uma mudança cultural. Para isso, busca oportunidades com startups, investidores, universidades e outras corporações.

Acesse a Agenda de Eventos do Startupi e saiba mais detalhes.