A Magnetis Investimentos captou R$17 milhões em rodada (série A) realizada pelos fundos de venture capital Vostok Emerging Finance e Monashees.

O fundador e CEO da Magnetis, Luciano Tavares, comenta que o novo aporte será usado especialmente para desenvolvimento de novas funcionalidades e melhoria dos serviços da fintech, especializada em consultoria de investimentos. O foco na evolução do produto é marca da Magnetis desde o início da sua operação.

“Enquanto os bancos e corretoras gastam muito com propagandas de TV, nós focamos na melhoria contínua do nosso produto. Trabalhamos para oferecer uma das melhores experiências de investimentos do mercado. Queremos permanecer na vanguarda da revolução digital”, afirma Tavares.

O objetivo da Magnetis é acelerar o crescimento e atingir R$1 bilhão de ativos sob gestão em 2019. A fintech comemorou o aniversário de 3 anos em março. A Magnetis foi pioneira no serviço de consultoria automatizada de investimentos, inspirado no modelo de robô advisor.

O anúncio do aporte acontece no mês em que a fintech divulga o lançamento de seus aplicativos, Android e iOS, para clientes.

Outra novidade é a evolução do programa Magnetis Corporativo, que leva educação financeira para dentro de empresas. Depois da fase de testes em 2017, em que atendeu mais de 700 pessoas em empresas como Elo7, Arquivei, Pipefy e Olist, o braço corporativo da Magnetis ganhou uma plataforma exclusiva de ensino à distância e também aplicativos para Android e iOS.

Sobre o aporte

O aporte de R$17 milhões foi realizado pelos fundos de venture capital Vostok Emerging Finance (sueco) e Monashees (brasileiro). Também participaram investidores da rodada anterior: Redpoint e.ventures e investidores-anjos.

“Estamos muito satisfeitos com o voto de confiança de alguns dos principais fundos da comunidade de fintechs. Isso só reforça a credibilidade do nosso serviço e do nosso modelo de negócios”, diz o CEO da Magnetis.

A Vostok investe exclusivamente em fintechs de mercados emergentes. No seu portfólio de 11 startups de países como Rússia, Paquistão e África do Sul, as brasileiras dominam (são 5 ao todo). Em 2017, o Brasil foi especialmente importante para o fundo sueco, que, além da Magnetis, investiu também em Creditas e GuiaBolso.

No caso da Magnetis, inovação e relevância foram fundamentais para o fechamento do negócio. “Nós amamos investir em empreendedores apaixonados que estão revolucionando o mercado financeiro tradicional em grande escala em países emergentes. Nós vimos isso no Luciano Tavares, CEO da Magnetis, e em toda a sua equipe. Eles estão inovando no mercado de robô advisor”, afirma o CEO da Vostok Emerging Finance, David Nangle.

A Monashees, que já tinha entrado na rodada seed (capital semente) da Magnetis em 2015, participou novamente na série A.

O sócio da Monashees Capital, Marcelo Lima, reforça que a Magnetis está mudando o mercado de investimentos, permitindo que seus clientes consigam bons retornos e atinjam seus objetivos financeiros. “O cenário atual de queda de juros e migração digital reforça ainda mais o valor do negócio e nos deixa ainda mais empolgados com as perspectivas de crescimento”, afirma.

Anteriormente, a Magnetis teve investimento inicial dos sócios no valor de R$ 1 milhão e uma rodada de investimentos (capital semente) em 2015 no valor de R$ 3 milhões, com participação da Monashees, Redpoint e.ventures, 500Startups, além de investidores-anjos.

Aplicativos e revolução em investimentos

No mercado de robô advisor desde 2015, a Magnetis ajudou mais de 70 mil pessoas a melhorarem seus investimentos. No último ano, quadruplicou o número de clientes.

Esses clientes são analistas de sistemas, administradores, empresários, médicos, entre outros. A maioria (66%) têm como principal objetivo acumular patrimônio, o segundo objetivo mais comum é a aposentadoria. “Oferecemos uma experiência de investimentos simples e transparente, sem o conflito de interesses que acontece nos bancos ou corretoras. A maior parte dos nossos clientes sabe pouco sobre o mercado financeiro e vê valor na Magnetis como um especialista que automatiza todos os seus investimentos”, diz Luciano Tavares.

Com a chegada dos aplicativos Android e iOS, os clientes podem acompanhar o desempenho da sua carteira e fazer investimentos adicionais de qualquer lugar.