De 8 de março a 2 de abril, mulheres que empreendem em todo Brasil podem se inscrever de forma gratuita, para a edição do Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino 2018. A ação social da Consul incentiva o empoderamento feminino e apoia mulheres de todo país, com o objetivo de viabilizar geração de renda para melhorar sua qualidade de vida.

Com apoio da ONU Mulheres, a premiação traz novidades em 2018: visando sempre inovar metodologicamente e acompanhando os movimentos atuais do empreendedorismo, o Consulado da Mulher decidiu criar uma nova categoria no Prêmio de 2018.

Além dos 10 empreendimentos coletivos, liderados por mulheres na área de alimentação, será premiado também uma empreendedora “de impacto social” que apresente um tipo de solução que resolva problemas sócio-ambientais.

Para colocar a novidade em prática, o Consulado da Mulher fez parceria com organizações especialistas no tema, como o Sistema B e a Artemisia, que oferecem curso online de negócios de impacto social e workshop de mensuração de impacto para a vencedora e também com a Fundação Dom Cabral, reconhecida em gestão de negócios, que disponibilizará uma vaga em seu Programa de Desenvolvimento de Dirigentes.

Os vencedores do prêmio receberão eletrodomésticos Consul, recurso financeiro para investir no negócio e consultoria de negócios. Para se inscrever, basta atender aos critérios contidos no edital divulgado no site. Para a categoria empreendimentos coletivos no segmento de alimentação, estes deverão ter um parceiro social. Poderão participar organizações sem fins lucrativos coletivos ou em rede, e tenham protagonismo feminino.

“Nosso objetivo é reconhecer mulheres líderes em seus empreendimentos e comunidades, contribuindo para acelerar o desenvolvimento social. A nova categoria do prêmio, na qual vamos eleger um empreendimento de impacto social, é um novo incentivo para impulsionar boas práticas de sustentabilidade e empreendedorismo“, afirma Leda Böger, diretora do Instituto.

“Por meio do Instituto Consulado da Mulher, a Consul se engaja em uma causa social e reafirma seu compromisso em ser uma marca próxima, parceira e responsável. Apostamos em sonhos que transformam a vida de mulheres de todo o Brasil e temos a certeza que veremos ótimas histórias nesta 6º edição do prêmio“, afirma Renato Firmiano, diretor de Marketing da Whirlpool Latin America.

Em 2017, o Consulado da Mulher beneficiou direta e indiretamente 4.483 pessoas, 245 empreendimentos, totalizando um faturamento de R$5,7 milhões. A ficha de inscrição para a edição está disponível para download também no site, à partir de 8 de março. O prazo para envio é 01 de abril, ao e-mail premio@consuladodamulher.org.br.