A IFC – International Finance Corporation (também conhecida por sua razão social, Corporação Financeira Internacional), membro do Grupo Banco Mundial, e o Fórum Econômico Mundial selecionaram 50 startups para integrar a iniciativa UpLink. O projeto tem como diretriz formar uma comunidade com startups que podem moldar e desenvolver o futuro do continente, aliada a uma plataforma digital que viabiliza a interação entre as empresas selecionadas, parceiros globais, multinacionais, governos, universidades, investidores e soluções tecnológicas avançadas.

A seleção feita por especialistas do ecossistema de startups da região da América Latina e Caribe, designou 25 das 50 vagas para empresas brasileiras, tendo como destaque a eduK, startup especializada em auxiliar pessoas que querem trabalhar por conta própria. “Nossa missão na eduK é entregar nosso melhor para um número cada vez maior de pessoas, para que elas possam despertar suas vocações e se tornarem, de fato, empreendedoras. É para isso que nossos mais de 150 colaboradores trabalham diariamente”, explica Eduardo Lima, cofundador e CEO da empresa.

Criatividade e desenvolvimento tecnológico são algumas das chaves para esse reconhecimento. “As startups na América Latina estão usando soluções criativas para encarar não somente problemas locais, mas também globais. Essa nova iniciativa integrará os líderes de startups da América Latina nos diálogos nacionais e regionais relacionados com os principais desafios da região”, disse Jeremy Jurgens, Diretor e Chefe de Conhecimento e Engajamento Digital do Fórum Econômico Mundial.