A international venture builder brasileira-canadense Dream2B, em parceria com a Ydreams Global e o The Cube (epicentro de VR/AR/MR), está finalizando esta semana – até o próximo sábado, dia 24, – as inscrições do XR Canada International Acceleration Program, que é o primeiro programa de aceleração e internacionalização voltado para startups brasileiras de X-Reality (realidade virtual, aumentada e mista). No processo serão selecionadas até oito startups que receberão – durante quatro semanas, com início em 7 de maio, sessões de mentoria, workshop com empreendedores de Vancouver e contato direto com potenciais parceiros, clientes e investidores.

Segundo um estudo divulgado nesta semana pela Transparency Market Research, o mercado de realidade virtual global (VR) e a realidade aumentada (AR) deve crescer e alcançar os US $ 547,20 bilhões em 2024. O lançamento do XR Canada International Acceleration Program ocorre em um momento em que a Realidade Virtual, Aumentada e Mista, conhecida como X-Reality, está ganhando cada vez mais aplicações práticas, mostrando-se um segmento muito promissor para quem iniciar em 2018.

A febre trazida por alguns jogos como Pokémon Go e o recente interesse da Apple, que adquiriu uma empresa especializada em óculos de realidade aumentada, estimularam a expansão para áreas como o varejo – para aumentar a produtividade e a fluidez do processo – e a educação – para trazer mais dinâmica e interatividade, engajar os alunos de forma lúdica e criativa, ampliar a cognição e facilitar o entendimento do assunto.

Regina Noppe, cofundadora e CEO da Dream2B, ressalta que é a primeira vez que ocorre um aporte dessa grandeza para o segmento de X-Reality no Brasil, incluindo todos os custos do programa, passagem e hospedagem. “Quem acompanhou o lançamento ao vivo do SXSW 2018 do hub XRBR de profissionais e empresas de Extended Reality do Brasil, na semana passada, conseguiu ter uma noção do momento de ascensão da X-Reality. E, para completar, nesta semana, ainda tivemos a venda da Decora – empresa de realidade aumentada – para a americana Creative Drive, por 100 milhões de dólares, sendo a segunda maior saída de uma startup brasileira, ficando atrás apenas da 99″, destaca Noppe.

A iniciativa conta ainda com o apoio de importantes entidades como a Câmara de Comércio Brasil-Canadá, o Consulado Brasileiro em Vancouver, o governo da Colúmbia Britânica, a BC Tech, a Associação VRAR de Vancouver, a Abragames, a Softex, a Startup Brasil e a Abstartups. As inscrições parao programa podem ser realizadas neste link.