Essa semana participamos do BootCamp da terceira etapa do programa Creative Startups, patrocinado pela Samsung, executado pela Anprotec com apoio da sua rede nacional de incubadoras e que nessa edição, conta com o apoio da Embrapa, apoiando o desenvolvimento das startups voltadas para o agronegócio.

O evento de lançamento, que marcou o início da aceleração das empresas, contou com a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, Thiago Camargo, Secretário da Sepin, Jorge Aranha, Presidente da Anprotec e Giampaolo Queiroz Pellegrino, Chefe Adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa e Mario Laffitte, Vice-presidente de marketing da Samsung América Latina, além das startups selecionadas, investidores, pesquisadores, mentores e parceiros.

Mario Laffitte destacou que o apoio do poder público nesse projeto que une o setor privado com diversas entidades e a academia é fundamental para que o programa gere frutos e resultados importantes para  o desenvolvimento tecnológico do país. “A Samsung está sempre em busca de oportunidades para participar do ambiente tecnológico e estamos muito felizes com essa parceria com a Anprotec e a Embrapa. Para nós, a tecnologia só vale se traz benefícios para os indivíduos e é isso que essa iniciativa está fazendo”.

Gilberto Kassab, frisou a importância de acreditar no Brasil e gerar oportunidades através da inovação, gerando conhecimento e dando oportunidade para que as pessoas se realizem pessoalmente e profissionalmente e dessa maneira contribuam para um Brasil e um mundo melhor. “Nós acompanhamos essas transformações importantes que acontecem no Brasil e sempre que temos oportunidade nós incentivamos essas programas que visam a transformação e geram inovação, como é o caso do Creative Startups”.

Paulo Quirino, coordenador nacional do programa Creative Startups na área de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung, destacou que o programa começou em 2015 e já obteve grandes resultados. “Nas duas edições do programa, totalizamos 20 projetos incubados, 27 incubadoras pré-qualificadas e mais de 750 propostas recebidas, além de parcerias e intercâmbios bem-sucedidos entre startups brasileiras e sul-coreanas”.

Nas edições anteriores, o programa incentivou negócios de diversas áreas, como Mobilidade, Realidade Virtual, Inteligência Artificial, Segurança, Fintech, Saúde Digital, Educação Digital, entre outras. A partir dessa edição, o objetivo é também estimular projetos inovadores na área da Agricultura Digital.

Giampaolo Queiroz Pellegrino, Chefe Adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, destacou que uma das missões da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária é promover a sustentabilidade da agricultura e segundo ele, é impossível alcançar esse objetivo sem a presença tecnológica. “Temos sido procurados por empresas tecnológicas que desejam trabalhar conosco, por isso somos gratos por participar dessa edição do Creative Startups pois essa interação e o casamento com as startups com certeza fará com que alcancemos nosso objetivo com mais agilidade”.

Para esta terceira edição, a iniciativa recebeu 400 propostas de negócios inovadores, que foram avaliados por uma banca composta por executivos e especialistas da Anprotec, Samsung, Embrapa Informática Agropecuária, além das 10 incubadoras apoiadas pelo Programa: Miditec (Florianópolis), Celta (Florianópolis), UEA (Amazonas), Santos Dumont (Foz do Iguaçu), TecnoPuc (Porto Alegre), Cide (Amazonas), Instituto Gênesis (Rio de Janeiro), Supera Parque (Ribeirão Preto), Acelera MGTI (Minas Gerais).

Confira abaixo a relação das startups selecionadas para o programa:

Amazon Smart (AM), Broto (AM), Dreamkid Studio (AM), Engenho (AM), Guimo (SP), Imersão Visual (SP), IoTMakers (SP), J O de Queiroga Neto – EPP (AM), Joga + (SC), Loox VR (PR), Maker Company (AM), NeuroUP (PE), Tecnologia Roma Mamede Ltda (MG) e Teia Labs (RS).

Estimulando negócios inovadores nas diversas áreas tecnológicas apoiadas, o Creative Startups investe até R$250 mil por empreendimento e possibilita que as empresas aprimorem seus projetos em uma das incubadoras e aceleradoras credenciadas em todo o território nacional. As startups agora contam também com um pacote ampliado de serviços e conveniências das empresas parceiras, que inclui acesso a ativos, tecnologias, laboratórios de P&D, treinamentos, assessorias, mentorias, networking e redes de investidores, além da infraestrutura e dos serviços tradicionalmente oferecidos pela Anprotec e sua rede de incubadoras, aceleradoras e parques tecnológicos.

José Aranha, Presidente da Anprotec, finalizou dizendo que acompanha o programa desde o começo e acredita que essa iniciativa representa o movimento da Anprotec de promover empreendimentos inovadores. “Existem muitas iniciativas no Brasil que incentivam o empreendedorismo, mas esse programa da Samsung, que já começou estruturado, possui um aprendizado contínuo, estamos no caminho certo e trabalhando para ajudar muitas outras startups”.