A Visa anunciou nesta semana, durante o evento internacional para o varejo – a NRF 2018 Retail’s Big Show, que começou a testar um novo cartão de pagamento EMV com dupla interface (chip e contactless) junto aos bancos Mountain America Credit Union e o Bank of Cyprus. Esses são os primeiros projetos pilotos comerciais de um cartão para pagamentos por aproximação com autenticação biométrica no próprio cartão.

Como líder da indústria de pagamento, a Visa está comprometida em garantir pagamentos seguros, rápidos e convenientes no ponto de venda, por isso, entende como sendo fundamental trabalhar para a contínua evolução do mercado por meio da adoção de métodos de autenticação dinâmicos e no caso desses pilotos, investir em capacidades emergentes que tirem partido da biometria.

Com a autenticação biométrica ganhando impulso e a migração para o EMV bem encaminhada nos EUA, os pilotos do cartão de pagamento com biometria testarão o uso do reconhecimento da impressão digital como alternativa ao código PIN ou assinatura para autenticar a identidade do portador do cartão. Ambos os projetos estão sendo gerenciados pelo programa Visa Ready for Biometrics, uma nova vertical que contribui para a crescente demanda por soluções de autenticação biométrica.

“O mundo aproximando-se aproxima rapidamente de um futuro sem senhas, pois os consumidores passam a entender o quanto as tecnologias biométricas podem facilitar a vida”, diz Jack Forestell, diretor global de soluções para comércios da Visa. “Com os pagamentos eletrônicos se expandindo substancialmente mundo afora, a Visa está comprometida em desenvolver e investir em capacidades emergentes que ofereçam uma experiência de pagamento melhor e mais segura”.

Como funciona:

Quando o portador de cartão coloca o dedo no sensor, sua impressão digital é comparada ao modelo previamente cadastrado e armazenado de forma segura no cartão, para que a transação seja autenticada. Uma luz verde e uma vermelha integrada ao cartão indicam se o resultado da comparação foi positivo ou negativo. Outros benefícios do cartão de pagamento biométrico:

· Segurança robusta: os dados biométricos são armazenados e comparados localmente no cartão, o que garante a proteção dos dados e da privacidade do portador do cartão. Como cada pessoa tem dados biométricos únicos, os fraudadores têm mais dificuldade para atuar.

· Velocidade e conveniência: os cartões são compatíveis com a tecnologia contactless EMV, permitindo que seus portadores paguem de forma rápida e fácil aproximando os cartões de um terminal contactless.

· Alternativa ao código PIN ou assinatura: uma autenticação simples, via impressão digital, pode ser realizada diretamente no cartão como alternativa a um código PIN adicional ou assinatura.

· Dispensa upgrades nos equipamentos: o cartão biométrico é imediatamente compatível com os terminais de pagamento em uso ao redor do mundo na aceitação de pagamentos contactless ou por chip.

Sobre os projetos pilotos anunciados nos EUA

Os pilotos com o Mountain America Credit Union e do Bank of Cyprus tem início em janeiro de 2018 para avaliar a experiência do portador de cartão e a tecnologia dos cartões biométricos em diferentes ambientes de varejo. O piloto do Mountain America Credit Union utiliza tecnologia da Fingerprint Cards e Kona-I, enquanto o do Bank of Cyprus utiliza tecnologia da Gemalto.