A Apple continua aumentando seus esforços para atrair desenvolvedores, facilitando a criação e a iteração de seus aplicativos para suas plataformas. A gigante do iPhone agora adquiriu a Buddybuild, uma startup de ferramentas para apps com sede em Vancouver, que se descreve como “plataforma de iteração móvel” focada em ferramentas contínuas de integração e depuração.

A Apple confirmou a aquisição diretamente para o TechCrunch, e a startup também anunciou a novidade em um post em seu site na tarde de ontem. Os valores da aquisição não foram divulgados.

A Apple disse ao TechCrunch que a equipe (que atualmente emprega cerca de cerca de 40 engenheiros) permanecerá na cidade canadense, fato que a startup comemorou, observando que “sempre se orgulhou de ser uma empresa canadense”.

Como parte da aquisição, a Buddybuild será lançada no Xcode, conjunto de ferramentas de desenvolvimento da Apple para iOS, macOS, watchOS e tvOS, embora a Apple e Buddybuild não tenham dado um prazo específico de quando isso acontecerá.

O serviço da Buddybuild continuará disponível para clientes existentes como um produto autônomo através do site da empresa – embora novos clientes não sejam mais aceitos nesse portal a partir de hoje.

Mas o negócio também significa o final efetivo do desenvolvimento de aplicativos para Android que a startup adicionou em fevereiro passado. A Apple também suspendeu a compatibilidade do Android quando adquiriu o TestFlight, removendo efetivamente uma ferramenta de desenvolvimento chave do ecossistema do Google.

O sistema deve caber bem no conjunto de ferramentas existente da Apple, trazendo métodos adicionais para testar, depurar e implantar aplicativos móveis através de um canal proprietário.

As aplicações são um campo de batalha fundamental para fabricantes de telefones inteligentes: atraem usuários para comprar seus dispositivos e quando o ritmo da aquisição de smartphones diminui à medida que os mercados amadurecem, os aplicativos tornam-se cada vez mais um fluxo de receita por direito próprio.

A Apple, cujos iPhones há muito tempo foram superados por dispositivos alimentados pelo Android do Google em termos de compartilhamento de mercado, ainda gera consideravelmente mais receita de aplicativos do que o último. Dos US$ 17 bilhões gerados no terceiro trimestre de aplicativos globalmente (excluindo a China), a Apple representou cerca de US$ 11 bilhões, de acordo com a App Annie.

A Buddybuild foi fundada em 2015 pelos antigos funcionários da Amazon, Dennis Pilarinos e Christopher Stott. Em seus quase três anos de existência, a startup conseguiu arrecadar cerca de US$ 8,8 milhões, incluindo uma Série A de US$ 7,6 milhões liderada por Kleiner Perkins Caufield em maio de 2016.

Fonte: TechCrunch