O programa de aceleração de startups Darwin Starter está com as inscrições abertas para seu quarto ciclo de atividades. O objetivo é oferecer recursos e oportunidades para projetos iniciais em tecnologia, especialmente nas áreas de seguros, fintech, telecom e big data. Estes são os segmentos de atuação dos parceiros corporativos do programa: CNseg Par, B3, Neoway e RTM. As startups selecionadas recebem investimento financeiro, mentorias, conexões, espaço de trabalho, acesso ao mercado e todo suporte necessário para crescer. O cadastro para participar do processo seletivo pode ser feito até o dia 18 de fevereiro, pelo site.

A expectativa é selecionar entre 10 e 15 startups, de qualquer Estado brasileiro, que já estejam formalizadas como pessoa jurídica e em atividade. Os selecionados receberão investimento inicial de R$170 mil em troca de participação minoritária de até 12%. Os negócios que apresentarem boa performance ao longo da aceleração poderão receber mais aportes do grupo. No primeiro ciclo, em 2015, cinco das dez empresas que foram aceleradas pelo Darwin receberam novos investimentos, totalizando uma captação de cerca de R$6 milhões.

Os principais critérios que serão avaliados no processo seletivo serão o negócio em si (produto ou serviço), a qualificação e engajamento da equipe de empreendedores e o tamanho do mercado alvo da solução, além da maturidade do projeto.

Além do aporte financeiro e do apoio dos parceiros corporativos, as startups contarão com acompanhamento de conselheiros profissionais, psicólogo, assessoria jurídica e contábil, mentores, terão coworking para trabalhar e diversas ferramentas para apoiar o desenvolvimento do negócio. No total, os serviços oferecidos durante o período de aceleração podem chegar a R$500 mil em benefícios, entre eles acesso a Cloud Service, CRMs e ferramentas de marketing. Para Marcos Mueller, CEO do Darwin Starter, as vantagens do modelo de aceleração com parceiros corporativos vão além do suporte financeiro: “ter o apoio de organizações já consolidadas em seus mercados ajuda as startups a terem acesso a pessoas e empresas que não conseguiriam tão fácil e rapidamente. Além disso, os empreendedores podem contar com todo o conhecimento e experiência de mercado destes parceiros corporativos para acelerar o desenvolvimento de seus negócios”.

Para José Henrique Kracik da Silva, CEO da Pague Veloz, empresa de meio de pagamento acelerada pelo programa, “o Darwin ofereceu muito mais que um programa de aceleração, além de nos auxiliar na estruturação do time e operações, foi a partir deles que conseguimos contato com pessoas chave do mercado de meios de pagamento, o que contribuiu para triplicarmos nossa base de clientes em 2017 e movimentar financeiramente quase 1 bilhão de reais”.

Nesta edição, o programa contará com duas turmas simultâneas, em Florianópolis e São Paulo. Durante o processo de inscrição, o empreendedor poderá escolher onde prefere ser acelerado.