A montadora sul-coreana Hyundai investiu no aplicativo de transporte urbano Grab, enquanto tenta se expandir no sudeste asiático para reduzir a dependência do mercado chinês após tensão diplomática entre Seul e Pequim.

O primeiro investimento direto da Hyundai numa grande empresa dá um “ponto de apoio” no terceiro maior mercado mundial de transporte compartilhado após China e Estados Unidos, disse.

A Grab, principal operadora do segmento da região, com sede em Cingapura, expandiu-se para oito países do sudeste asiático. “O acordo deve ajudar a aumentar a exposição do Hyundai Motor na região, enquanto responde ao futuro mercado de mobilidade”, disse Lee Sang-hyun, analista da IBK Securities.

O interesse da Hyundai no sudeste asiático cresceu desde que empresas sul-coreanas foram alvo em 2017 de retaliação chinesa após a decisão de Seul de implantar um sistema de defesa contra mísseis dos EUA, contrariando interesses de Pequim.

A região de cerca de 500 milhões de pessoas é dominada por montadoras japonesas, enquanto a Hyundai se concentrou na China e nos Estados Unidos.

Fonte: Reuters