O Directions deste mês, a bordo do novo Ford KA Trail, traz uma entrevista exclusiva com Monica Herrero, CEO da Stefanini no Brasil. A companhia, nascida há 30 anos, é uma das maiores empresas de prestação de serviços de TI do mundo. Ao todo, são mais de 24 mil colaboradores ao redor do mundo.

“A Stefanini é um case de muito sucesso no mercado brasileiro. Fomos na contramão do mercado, onde muitas outras empresas acabaram sendo adquiridas. Nós, por outro lado, fomos pelo processo de aquisições pelo mundo”, diz Monica. Hoje, a Stefanini está presente em 40 países. “Somos considerados a 5ª empresa mais internacionalizada do Brasil.”

Graduada em Matemática, Monica tem uma trajetória de sucesso no setor de tecnologia. A operação brasileira da Stefanini, da qual ela está a frente, representa da quantidade de colaboradores e faturamento da companhia. “Desde criança eu gostava de brinquedos de montar, palavras cruzadas, ou seja, não estava encaixada em um padrão comum para meninas”, ela diz.

Abaixo, ela fala sobre a experiência de trabalhar ao lado de Marcos Stefanini, o fundador da multinacional e quais são os desafios de estar à frente de uma das maiores empresas de tecnologia do Brasil. Assista aqui a primeira parte da entrevista e conheça melhor a trajetória da executiva:

No segundo bloco, Monica fala sobre como a Stefanini atende as necessidades de seus clientes e, principalmente, onde encontra soluções para suprir estas demandas. Um dos exemplos que a CEO dá é da aquisição de uma empresa de inteligência artificial, que produz agentes autônomos para atendimento. “No caso da nossa assistente, demos o nome de Sophie.”

Digitalização de documentos também é uma tendência que Monica vê bem clara nas necessidades dos clientes. Para isso, a Stefanini também adquiriu uma startup que realiza este serviço, otimizando processos como de abertura de contas, por exemplo. “Com isso, você tira uma boa parte das pessoas de uma equipe desta parte operacional, de ficar analisando documentos”, diz.

Além destas tendências, Monica fala também sobre o programa Open Startups, criado em 2014 pela área de inovação da multinacional para promover a inovação em diversos setores e impulsionar as startups brasileiras. Alguns dos principais focos da iniciativa são segmentos como varejo, finanças e seguros, além de gerar negócios a partir da sinergia com essas empresas que estão iniciando no mercado.

Quer saber mais? Confira aqui a segunda parte deste bate-papo:

Gostou do bate papo? Deixe seus comentários e sugestões abaixo. Quer rever outros programas e entrevistas? Acesse o Directions no portal Startupi ou no nosso canal no Youtube.

Este é o Directions, trazendo as mentes mais brilhantes do País para compartilhar conhecimento, informação e tendências do mercado, com entrevistas sempre em movimento, spo aqui no Startupi Play.

Obrigado Ford, nos vemos em breve!