Empreendedores de treze startups brasileiras participaram de um treinamento de pitch neste domingo (08) em Buenos Aires. Eles integram uma missão de internacionalização promovida pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Apex-Brasil e Sebrae, que acontecerá até sexta-feira (13) na capital argentina.

Em cinco minutos, os empreendedores apresentaram o modelo de negócios das suas startups, o mercado em que se inserem e as parcerias que buscam para ampliar sua operação. Eles foram avaliados por Vinícius Machado, da Associação Brasileira de Startups (ABStartups). Na quinta (12) haverá um demoday, evento em que startups se apresentam a empresários para captar recursos e investimentos.

“As principais informações que os investidores argentinos vão buscar em um pitch será o ticket médio da startup e o potencial mercado do empreendimento. Os representantes das startups brasileiras devem dizer por quê querem operar na Argentina e também demonstrar que suas empresas estão maduras o suficiente para se internacionalizar”, destacou Machado.

Para Rogério Junqueira, da startup de soluções logística Reciclapac, o treinamento deste domingo o ajudou a organizar o discurso sobre sua empresa. “O mercado está cada vez mais competitivo. E a internacionalização das empresas é uma tarefa que exige preparação”, disse.

Diego Rivadeneira da TrackSale, do setor de softwares, também avaliou positivamente o treinamento. “Nossa equipe está muita animada com o feedback que recebemos do nosso pitch. Esperamos aprender muito nesta semana de internacionalização, com toda a programação, os seminários e workshops e as rodadas de networking.”

De manhã, participaram do treinamento de pitch as startups Myleus Facility (do setor de biotecnologia), Cloud CRM Sistemas (agrotecnologia), Reciclapac (logística), Tracksale, Verde Ghaia  e Belasis (software como serviço – SaaS, na sigla em inglês).

De tarde, outras sete outras startups se apresentaram 4milk, Safe Trace (agrotecnologia), Estante Mágica (educação), Psicologia Viva (market place e saúde), MedLogic (saúde), e Hub2b e Lett Insights (e-commerce).

Nas semanas que antecederam a missão, os empreendedores participaram de conferências online (webinars) com diferentes especialistas. Leo Uchoa, da uGlobally, apresentou os “Mitos da Internacionalização”; Santiago Fossatti (Kaszek Venture) e Ciro Echesortu (NXTP Labs) abordaram o “Ecossistema de startups argentino”; Reinaldo Aureliano (WCTA), Priscila Oliveira (iFood) e Renato Leite (Baptista Luz Advogados) apresentaram os “Desafios do mercado argentino”.

Missão de internacionalização de startups

Nesta semana, o MDIC realiza missão de internacionalização de startups em parceria com a Apex-Brasil, Sebrae, Anprotec e ABStartups. Treze startups foram selecionadas para participar de seminários, rodadas de networking e visitas a aceleradoras e empresas em Buenos Aires.

A iniciativa faz parte de uma ação conjunta entre os governos do Brasil e da Argentina para aproximar os ecossistemas de inovação dos dois países e tem o apoio do Ministério da Produção da Argentina e a Agência Argentina de Investimentos e Comércio Internacional.

Hoje haverá o “Seminário de Internacionalização na Argentina” na Embaixada do Brasil. Pela manhã, as startups também receberão orientações sobre aspectos legais para abertura de empresa na Argentina. De tarde, haverá uma bateria de apresentações sobre o ecossistema argentino e os desafios de empreender no mercado estrangeiro.

Confira aqui a programação completa da missão.

Fonte: MDIC