* Por Vanessa Fetter

Em grande parte do nosso tempo estamos conectados na internet, seja a trabalho ou lazer. As 24 horas do dia têm sido insuficientes para dar conta de tantas informações, mensagens e discussões nas redes. É a era da velocidade e da conectividade.

A rapidez e a amplitude da revolução digital permitiram benefícios jamais imaginados, seja com os relacionamentos em rede, a simplificação da vida por meio dos softwares e o acesso ilimitado ao conhecimento.

A chance de “mudar o mundo” na palma da mão ao passo de um clique trouxe seus benefícios, mas nos deixou mal acostumados, ao ponto de acharmos frustrante, por exemplo, procurar por uma empresa no Google e não encontrá-la. Seja para esclarecer uma dúvida ou buscar algum produto, em uma sociedade always-on, cada vez mais conectada, não estar na internet é o caminho mais curto para o fracasso.

Ou seja, ter presença digital é mais que fundamental, é uma chave importante para o sucesso. Se o cliente está buscando por sua empresa e não a encontra, há grandes chances de você perder este contato e, definitivamente, esta não é a estratégia ideal para vencer a concorrência.

Claro que a presença digital vai muito além de mecanismos de busca. Um site com um domínio próprio é o mínimo que sua empresa precisa para consolidar a identidade na rede.

O endereço de um site na internet precisa reforçar a proposta do seu negócio. Portanto, antes de criar um ambiente virtual para sua empresa é importante definir um nome adequado para seu novo domínio. A escolha é algo primordial, mas, diante de um mar de possibilidades, qual escolher?

Dados mais atuais do Registro Br apontam que existem mais de 3,9 milhões de domínios “.br” já registrados para uso no Brasil. Criatividade e bom senso são armas fundamentais no momento de determinar qual o melhor endereço para um site e, assim, conquistar a tão sonhada presença marcante na rede mundial de computadores.

Recentemente, um horizonte de novas possibilidades se abriu para empreendedores. Por iniciativa do NIC.Br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto Br) iniciaram as chamadas para envio de sugestões para domínioscidades.br”. Ou seja, uma nova chance para criar uma identidade local para sua empresa.

O resultado pode ser interessante para fugir do tradicional “.com.br”. Já existem registros como .floripa.br, por exemplo, e em breve outras capitais do país também devem ganhar suas próprias siglas.

Ainda há outras extensões genéricas possíveis como “.tech”, “.host”, “.space”, “.me”, “.mobi”, “.press”. Não faltam alternativas criativas e inovadoras para facilitar o entendimento dos usuários e consumidores em relação a um produto ou serviço específico.

Os grandes players já estão de olho nas possibilidades e realizaram o registro de suas próprias extensões, a exemplo de .globo, .itau, .vivo e .natura. Esta estratégia agrega caráter de inovação e valor para suas marcas.

Não há o que se preocupar se a dúvida for sobre o interesse do usuário frente a essa novidade. Está mais do que comprovado o nível de adaptação em relação à evolução de novos dispositivos e plataformas. Neste mundo hiperconectado o que vale é entregar a melhor experiência no ambiente digital ao usuário. Os resultados não vão tardar para aparecer.

* Vanessa Fetter é Coordenadora de Comunicação na HostGator Brasil, empresa fundada em 2002 por Brent Oxley, no Estado da Flórida (EUA). Há 10 anos no Brasil, a empresa tem sede em Florianópolis (SC) e oferece um catálogo diversificado de serviços para presença online, atendendo principalmente empreendedores que buscam ingressar e ampliar a relevância de seu negócio no meio digital