A partir de hoje, a cidade de São Paulo recebe um novo app de mobilidade urbana: o 4 Move. O serviço chega à capital paulistana com o objetivo de ser mais vantajoso, seguro e divertido que a concorrência. Além de reunir as funcionalidades básicas encontradas nos apps como Uber, 99 e Cabify, que já agradam os paulistanos, o 4Move faz uma aposta que segue as tendências globais ao investir na gamificação do app.

Para começar a usar, o usuário primeiro deve escolher seu avatar, boneco que será o seu ícone no app, procedimento similar ao de um videogame. Quando a corrida começa, cada quilômetro rodado é transformado em pontos, que fazem o avatar subir de fase. Cada novo patamar alcançado rende prêmios ao passageiro, que vão de ingressos para o cinema, vouchers para restaurantes, smartphones, até viagens para a Disney ou Cancún com acompanhante e tudo pago, por exemplo.

Os pontos também podem ser transformados em desconto em viagens futuras ou trocados por dinheiro vivo, que pode ser transferido para a conta corrente do usuário.

Existem quatro formas diferentes de viajar com o aplicativo: Blue, a versão mais barata, mas com carros vistoriados pela 4Move para garantir o padrão de conforto; Black, a versão premium, com carros executivos; Táxi Comum e Táxi Executivo. “Nossa ideia é estimular os passageiros a inserir de vez essa opção de transporte na rotina, mas para isso temos que ser vantajosos financeiramente, além de entreter o usuário”, diz o CEO e cofundador da 4Move, Julio Cesar, reforçando que o aplicativo não vai praticar tarifa dinâmica.

Ao STARTUPI, Julio fala sobre a estratégia da empresa de premiar os usuários. “Nossa ideia é ser a opção mais vantajosa e divertida para o usuário e para os motoristas. Por isso, ao invés de investir parte do nosso faturamento em propagandas para atrair mais pessoas, preferimos investir em recompensar as que já estão com a gente e estimular elas a trazerem seus amigos, criando uma rede mais segura e confortável.”

“Nascemos demonstrando e criando um efeito maravilhoso que fazia tempo que não acontecia nas redes sociais. Os primeiros usuários testaram o serviço e automaticamente criou-se uma rede de compartilhamento e recomendações que fez com que o app fosse baixado mais de 100 mil vezes nas três primeiras horas”, explica o CEO.

Para usar o app, é preciso ser convidado. Cada novo usuário poderá personalizar um código para ser compartilhado entre os seus amigos. Quando cada um desses amigos utilizar o código para fazer o primeiro acesso, os pontos de quilômetros rodados deles também serão contabilizados na conta do usuário que fez o convite, acelerando o processo de recolher prêmios, converter os descontos ou receber o dinheiro de volta. “Queremos que o 4Move seja o melhor aplicativo tanto para o usuário, quanto para o motorista”, explica George Gomes, CIO e cofundador da startup.

Treinamento e apoio aos motoristas parceiros

“A popularização dos aplicativos de transporte no Brasil se deve muito ao serviço diferenciado que era prestado quando os produtos ainda eram novidade, e abandonar isso irrita muito os usuários”, relembra Cesar. Com isso em mente, a 4Move construiu em sua sede em Alto de Pinheiros, na Zona Oeste da capital paulista, um Centro de Excelência em Atendimento para dar treinamento e suporte aos motoristas parceiros.

Além de dicas de atendimento, comportamento com os passageiros e segurança, o espaço tem infraestrutura para que os veículos passem por vistoria antes de entrarem em ação e os motoristas só são aceitos por meio de indicação de veteranos bem avaliados.

Durante esse período, os parceiros são informados que o sistema de avaliação, em que os passageiros atribuem notas de 0 a 5, afeta diretamente no valor recebido pela corrida – notas mais altas valem mais dinheiro.

A cada corrida realizada, os motoristas também somam pontos e podem convidar amigos para usar o app e aumentar seu faturamento. Os bônus por quilômetros rodados, notas altas e elogios dos passageiros viram pontos que também serão trocados por mais dinheiro e prêmios. “A ideia é que o motorista tenha ferramentas e seja motivado a prestar o melhor serviço possível, pois isso interfere diretamente na capacidade de faturamento dele”, explica Adriano Soncini, sócio.

Mercado

O plano da 4Move é dominar 10% do mercado de São Paulo já nos primeiros 12 meses de operação. “Vamos brigar com as grandes, mesmo sem ser grande, mas com uma estratégia criativa e com foco nos clientes”, avisa Julio Cesar. A empresa nasce com um aporte na casa dos 10 milhões de reais, proveniente de grandes investidores internacionais. “Por isso vamos apostar em construir uma rede de usuários e parceiros que nos faça crescer com foco em qualidade e em uma convivência mais humana”, diz o CFO e cofundador da empresa, Hector Felippe.

O aplicativo está disponível para download na Apple Store e GooglePlay.