A internet pode ser a primeira experiência de vendas para quem está começando a empreitada como empreendedor. Foi assim que, aos 21 anos, os jovens Frederico Flores e Fernando Montera Filho começaram uma loja de eletrônicos importados e se tornaram um dos maiores vendedores do Mercado Livre. Com a chegada de muitos concorrentes e sem expectativa de crescimento, eles desistiram do negócio e se reinventaram.

Em 2012, criaram uma empresa para solucionar os problemas que tinham quando eram vendedores e, com isso, transformaram seus concorrentes em clientes. Assim, surgiu a Ecommet – empresa de tecnologia que desenvolve sistemas inteligentes para automatizar e otimizar as vendas em marketplaces.

Frederico Flores, CEO da Ecommet, conta que a ideia começou como uma consultoria para os ex-concorrentes, mas com o tempo a empresa foi crescendo e hoje oferece diversas ferramentas para gestão e automatização das vendas em marketplaces. “Nós já conhecíamos as dificuldades diárias dos lojistas, como controlar estoque, emitir notas, agilizar o atendimento, entre outras. Aplicamos nossa experiência como vendedores em um novo modelo de negócio, focado em oferecer produtos para automatizar todos os processos das vendas – desde o fechamento do pedido até a logística”, explica.

Há cinco anos no mercado a Ecommet já conta com 2.500 clientes – que transacionam juntos mais de R$ 2 bilhões por ano, apenas em marketplaces. “Muitos clientes começaram lá atrás conosco, pessoas que saíram do zero, sem experiência em empreendedorismo e que hoje faturam R$ 40 milhões ao ano com a ajuda das nossas ferramentas, como o robô lojista – que responde em tempo real as dúvidas dos consumidores sem intervenção humana”, finaliza Frederico.