Na última sexta-feira, 11, noticiamos que o SoundCloud, serviço de streaming de música para DJs e músicos independentes, poderia fechar as portas se não recebesse um aporte de quase US$170 milhões. Na própria sexta-feira, de acordo com o TechCrunch, este aporte foi efetuado.

Investidores aportaram na startup US$169,5 milhões, o que, na cotação do dólar atual, chega a mais de R$537 milhões. Junto com este investimento, realizado pelos fundos Raine Group e Temasek, o fundador e até então CEO do SoundCloud, Alex Ljung, deixa o cargo na empresa, que passará a ser ocupado por Kerry Trainor, antigo presidente-executivo da Vimeo.

Até ano passado, a startup tinha recebido US$230 milhões em investimentos, além de um financiamento de dívida de US$70 milhões este ano. No mês passado, o SoundCloud demitiu cerca de 40% dos seus funcionários e buscará, com este novo investimento, sanar as dívidas, monetizar seus serviços e lucrar.