Dropbox, Airbnb, Stripe, Twitch, Reddit e Instacart fazem parte do portfólio da Y Combinator, maior e mais respeitada aceleradora de startups de tecnologia em todo o mundo. Conhecida por atrair os melhores talentos, a Y Combinator recebe mais de 14 mil soluções tecnológicas e investe em cerca de 250 empresas por ano. Essas companhias recebem investimentos da aceleradora e participam, durante três meses, de um programa no Vale do Silício. Nesse verão norte-americano, a bxblue, plataforma de contratação e gestão de crédito consignado do Brasil, se torna parte do seleto hall de startups do programa.

Um dos diferenciais da Y Combinator é a intensa interação entre empreendedores que já participaram do programa. Todos recebem orientações e criam conexões promovidas pela aceleradora, além disso há uma forte cooperação entre os ex-alunos fundadores. A bxblue está animada de compor o ranking de fundadores da rede de alunos da YC.

Fundada em 2016, a bxblue foi criada para trazer ao mercado de crédito consignado uma experiência digital única, seguindo o mesmo caminho de fintechs renomadas, como GuiaBolso, Nubank e Creditas, bem como outros serviços financeiros. A startup ajuda os usuários a encontrar as melhores ofertas de créditos disponíveis no mercado, sem precisar sair de suas casas. Antes de se unir ao programa da Y Combinator no Vale do Silício, a startup foi acelerada pelo programa Startup Farm’s Ahead Visa, no Brasil.

“A primeira vez que vi o Gustavo (um dos fundadores da bxblue), ele me levou e perceber que eu não sabia nada sobre o mercado de créditos no Brasil para acreditar que ele e seu time estavam no processo de construir um massivo mercado. Ao conhecer a equipe só confirmei minhas suspeitas. Parece incrível que ninguém ainda tenha criado um sistema mais eficiente de crédito consignado no Brasil, e nós acreditamos que a bxblue fará isso”, comenta Aaron Harris, Expert em Fintechs da Y Combinator.

Fabrício Buzeto, Gustavo Gorenstein e Roberto Braga, fundadores da bxblue, conhecem de perto os desafios que irão enfrentar. “Todos nós sempre tivemos alguma relação com profissionais do governo e presenciamos inúmeras vezes amigos e familiares com dúvidas ou mesmo sendo ludibriados por não terem informações suficientes sobre o que poderiam ou não fazer, e resolvemos tomar uma atitude a respeito. É simplesmente inaceitável que em pleno 2017 e em um mercado de R$290 bilhões ao ano, ainda não exista uma maneira confiável, rápida e conveniente de contratação de crédito consignado”, explica Gustavo Gorenstein, CEO e sócio fundador da BXblue.

O serviço foca em criar uma experiência única para aqueles que querem contratar empréstimos consignados. O processo tem o objetivo de dar autonomia ao consumidor, para que ele possa tomar a melhor decisão, no momento mais oportuno.

Além de participar do processo de aceleração da YCombinator, a BXblue está desenvolvendo uma API com o Banco do Brasil, maior entidade financeira do país, sendo responsável por cerca de 30% do mercado de crédito consignado, para oferecer ao setor uma solução online de ponta a ponta.