* Por Thiago Regis

As notícias políticas e econômicas continuam desanimadoras para grande parte dos empreendedores no Brasil, com a perspectiva de mais um ano com dificuldades. Apesar do cenário crítico e, muitas vezes até assustador, o momento também é propício para os mais ousados se destacarem da concorrência por meio da inovação.

Durante a crise, há dois caminhos a seguir: repassar o aumento de custos aos clientes ou criar estratégias para se aproximar de seu público. E aí não basta apenas vender: é preciso superar as expectativas para conquistar o consumidor e gerar oportunidades.

Se a competição em um mesmo segmento de mercado fosse uma corrida de Fórmula 1 – em que todos começam aglomerados e, após algumas voltas, somente os mais preparados alcançam as primeiras posições – o Inbound Marketing poderia ser considerado o combustível que determinaria a colocação final das marcas na preferência do consumidor.

O que fazer?

Gerar conteúdo relevante ao cotidiano do consumidor passa a ser uma alternativa muito mais interessante e bem-vista do que empurrar produtos e serviços. Esse é o caminho que algumas empresas modernas escolheram para substituir o modo tradicional de abordagem para a captação de clientes, obtendo melhores resultados, com assertividade e menor investimento. “Amigável” é a palavra do momento para todas as marcas.

É hora de se aproximar do cliente com informações úteis que podem ser consumidas facilmente e de forma gratuita, especialmente nas redes sociais, fazendo do conteúdo de qualidade um verdadeiro amigo ou conselheiro. Somado a um atendimento benfeito antes, durante e após as vendas, a estratégia gera motivação de compra para manter a empresa saudável financeiramente pelos próximos anos.

*  CEO da agência da Pílula Criativa, Thiago Regis é designer com especialização em Marketing Digital, Search Engine Optimization (SEO) e inteligência de Inbound Marketing para novos negócios.